Minas Gerais – Destinos turísticos para a terceira idade

Minas Gerais - Destinos turísticos para a terceira idade

A necessidade de voltar para onde o celular dá sinal, não se afastar da família e da rotina das grandes cidades impede as pessoas, inclusive quem optou por destinos calmos em meio à natureza, de aproveitarem e se desconectarem.

A fim de evitar essa conduta, trouxemos algumas sugestões de viagens para o público da terceira idade, lugares com águas termais, passeios tranquilos e relaxantes no interior de Minas Gerais. São locais de beleza formidável, passíveis de apreciação por vários dias para você realmente descansar e aproveitar o lazer desse tipo de roteiro.

Antes das propostas, também vale ressaltar que todos os destinos na sequência são marcados fortemente pela culinária mineira: doces caseiros, queijos, vinhos, feijão-tropeiro, frango com quiabo e afins. Aproveite!

Destinos turísticos em Minas Gerais

Caldas

Minas Gerais - Destinos turísticos para a terceira idade

Localizada no sul de Minas Gerais, a cidade conta com cachoeiras, trilhas e águas termais, além de ser conhecida pelos festivais: a Festa da Uva e a do Biscoito. A Igreja Matriz Nossa Senhora do Patrocínio, próxima da Fonte Luminosa e do coreto, é um prédio histórico de mais de 200 anos e sua arquitetura acompanha o charme de Caldas.

Um de seus bairros, Pocinhos do Rio Verde, é famoso pela Cachoeira do Capitão e a Véu das Noivas, além de se destacar pelo Balneário Dr. Reynaldo de Oliveira Pimenta, onde os turistas podem tomar banhos de hidromassagem e duchas em águas alcalinas e sulfurosas.

Tantos atrativos, juntamente aos vinhos e os doces da região, tornam Caldas um dos destinos preferidos da terceira idade, ideal para quem busca descanso e tranquilidade em um lugar encantador.

Araxá

Minas Gerais - Destinos turísticos para a terceira idade

Esse município está situado na mesorregião do Triângulo Mineiro e é um atrativo para os idosos que buscam por cidades culturais, resorts, áreas serranas ou rurais.

O destino é famoso pela lama e águas ricas em sais minerais e de propriedades terapêuticas. O destaque da região é o Complexo do Barreiro, onde ficam as fontes Andrade Júnior e Dona Beja — personagem araxaense do século XIX cuja história virou novela, ela rompeu com os padrões impostos às mulheres na época.

Experimente ir ao Parque Cristo para ter uma bela vista panorâmica de Araxá, compre os sabonetes de lama, o doce de ambrosia e não deixe de provar o tronquinho (doce de amendoim).

São João del Rei

Minas Gerais - Destinos turísticos para a terceira idade

Trata-se de uma cidade histórica, desbravada na época das minerações pelos bandeirantes paulistas, marcada pela arquitetura colonial e forte teor religioso que ainda prevalece com as igrejas e badalações dos sinos.

Em seus passeios pelas ruinhas do Centro Histórico, entre em uma loja de quitutes e prove o rocambole, destaque local. Visite a Basílica Nossa Senhora do Pilar, a Ponte do Rosário e a Igreja Matriz São Francisco de Assis — datada de 1774, foi projetada pelo artista barroco Aleijadinho.

Experimente ir ao Memorial Tancredo Neves e ao Museu Ferroviário, localizado na estação onde você pode pegar a maria fumaça até Tiradentes — situada a 12km dali, também vale a visita.

Caxambu

Minas Gerais - Destinos turísticos para a terceira idade

Esse município tem o maior complexo hidromineral do mundo, tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA): o Parque das Águas conta com 12 fontes com águas de diferentes gostos e propriedades.

Dentre as atrações, o balneário hidroterápico, passeio de charrete, pedalinho e o teleférico que leva ao topo do Morro Caxambu, onde tem um mirante ao qual o turista também tem acesso de carro. Restaurantes são encontrados nos arredores do Parque das Águas.

Também se recomenda uma visita à Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios, de estilo barroco, inaugurada em 1906 e ao Centro de Artesanato. As fazendas ao redor da cidade têm criação de cavalo Mangalarga e oferecem café da manhã colonial.

O turismo na terceira idade não é gasto, é investimento, incentiva a longevidade, faz bem à alma, ao corpo e ao coração, relaxa, diverte e cria boas memórias. Para provar que a vida aos 80 está apenas começando, pense nos idosos de 30 anos atrás: eles não tinham o dinamismo, o poder de informação, escolha e acesso existentes hoje.