Sexualidade na Terceira Idade.

Enganasse quem acha, que na terceira idade essa prática não existe.

“Não existe aposentadoria em termos de sexualidade” é a primeira frase que a psicóloga e terapeuta sexual Lúcia Pesca utiliza para começar essa conversa sobre como manter uma vida sexual ativa e interessante após os 60 anos.

O que ocorre naturalmente a partir dessa idade são mudanças físicas e emocionais, de forma que é preciso prestar atenção a elas e fazer uma espécie de calibragem: é hora de diminuir as expectativas com relação à performance no sexo e aumentar o interesse e o tempo dedicado a conhecer novas regiões erógenas, intensidades e acessórios que podem ajudar na busca pelo prazer. Primeiro tem que levar em conta alguns cuidados, onde compartilhamos no vídeo educativo a seguir:

Tomando esses cuidados, com certeza o casal pode ter uma vida sexualmente saudável.