O dia do Acupunturista.

A dedicação desses profissionais, tem auxiliado na melhora dos pacientes, juntamente com outros profissionais da saúde.

No dia 23 de março é comemorado o Dia do Acupunturista, declarado oficialmente durante o primeiro Congresso Brasileiro de Acupuntura em 1996, com o objetivo de reconhecer a importância dos profissionais que atuam na área e incentivar os profissionais a observarem a prática da medicina tradicional chinesa nos produtos e fazer contribuições qualitativas para o sistema público de saúde.

O que é a acupuntura?


A acupuntura é uma intervenção em saúde que compreende de maneira holística e dinâmica o processo saúde doença do indivíduo, podendo ser utilizada de forma complementar a outros recursos terapêuticos ou como tratamento principal para saúde.

Tem sua origem como uma das técnicas terapêuticas da Medicina Tradicional Chinesa, é reconhecida pela Organização Mundial de Saúde como uma tecnologia complementar aos tratamentos tradicionais em saúde e, segundo o Ministério da Saúde (2006), consiste num conjunto de procedimentos que permitem o estímulo de pontos anatômicos através da inserção de agulhas filiformes metálicas para prevenção do adoecimento e agravos da saúde, assim como para promoção, manutenção e recuperação.

A técnica de acupuntura possui efeito terapêutico a partir da estimulação reflexa de regiões neurorreativas do corpo, pontos conhecidos como meridianos, provocando estímulos no sistema nervoso central que resultam na liberação de substâncias químicas como os neurotransmissores que regulam respostas nas funções orgânicas como por exemplo analgesia, imunomodulações. Para Medicina Tradicional Chinesa, esses pontos constituem regiões vitais do indivíduo pois são essenciais para manutenção do equilíbrio energético, funções físicas e mentais do ser humano.

Esta prática está inserida na Política Nacional de Práticas integrativas e complementares no âmbito do Sistema Único de Saúde desde 2006, estabelecendo essa intervenção como uma atividade multiprofissional, podendo ser exercida por profissionais da área da saúde que estejam devida e legalmente habilitados em todo território nacional.

A prática de acupuntura nas condutas terapêuticas por profissionais de Enfermagem está autorizada mas deve ser comprovada formação técnica específica a nível de pós-graduação, conforme as normas da Resolução COFEN nº 326/2008.

Diversos Conselhos Federais de Saúde reconhecem a acupuntura como uma especialidade, mesmo o Conselho Federal de Medicina tentando por anos limitar a especialidade somente à área médica. Porém, fisioterapeutas, enfermeiros, fonoaudiólogos, veterinários, psicólogos, biomédicos, terapeutas ocupacionais também assumiram como especialidade regulamentada por seus conselhos profissionais.

É importante ressaltar que todos os profissionais da saúde possuem capacidade de especialização técnica para o exercício dessa prática, fazendo-nos refletir sobre esse direito, segundo a seguinte justificativa: “a regulamentação multiprofissional da acupuntura permitirá implantação efetiva nos ambulatórios e hospitais públicos, beneficiará o povo brasileiro, melhorará a formação dos acupunturistas, facilitará a fiscalização evitando pessoas despreparadas no exercício da profissão, reduzirá o custo da assistência. médica, e diminuirá a importação dos medicamentos” (PL 1.549/2003).

Nos últimos 10 anos, a prática da acupuntura no Brasil cresceu progressivamente entre os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo realizados mais de 5 milhões de sessões segundo dados do Sistema de Informações Ambulatoriais (SIA) do SUS, sendo único país do mundo, com exceção da China, a implantar esta prática num serviço público universal de atenção à saúde.

Brenda Almeida


(Matéria feita pela enfermeira Brenda Almeida).

Enfermeira bacharel e licenciada pela Universidade Federal Fluminense (RJ) ▪︎ Doutoranda em Saúde Pública e Meio Ambiente pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca – Fiocruz (RJ) ▪︎ Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Espírito Santo ▪︎ Especialista em Enfermagem do trabalho pela Uninter ▪︎ Especialista em Preceptoria no SUS pelo Instituto de Pesquisa Sírio Libanês.