Tirar cutícula – 5 motivos para abandonar essa prática

Tirar cutícula - 5 motivos para abandonar essa prática

Tirar cutícula é uma mania brasileira e alguns países inclusive proíbem a prática em salões de beleza. Tirar a cutícula faz mal e é um hábito que precisa ser abandonado com a maior brevidade.

Motivos pelos quais não se deve tirar a cutícula

Tirar cutícula - 5 motivos para abandonar essa prática

1 – A cutícula é uma proteção natural da unha

A cutícula serve para proteger a unha e fazer com que ela nasça cada dia mais forte e saudável. Ela protege a área onde a unha começa a nascer. Por isso tirar a cutícula é, desde o princípio, uma péssima ideia. Com o tempo as unhas podem começar a se tornar mais frágeis, quebradiças e ficam muito mais expostas a fungos. Além de a própria cutícula frequentemente inflamar se você tirar um pouco mais do que deveria.

2 – Exposição à doenças

Principalmente em ambientes compartilhados, tirar cutícula faz mal não apenas para as unhas, mas para a sua saúde como um todo. Mesmo se o equipamento usado para a tarefa for muito bem higienizado, se estará criando uma porta de entrada para bactérias e fungos. Há algumas doenças que podem surgir nas próprias cutículas ou pelo fato de expor a “raiz” das unhas à umidade que a cutícula evita.

3 – Simplicidade

Ao deixar de tirar a cutícula, elas começam a crescer menos, se tornam mais macias, fininhas e quase invisíveis. As unhas vão ficar mais bonitas, o resultado da manicure vai permanecer por mais tempo, e aquelas peles chatas ao redor deixam de aparecer com tanta frequência.

4 – Acabamento perfeito das unhas

Deixando de tirar a cutícula, a pele não ficará irritada e, como a barreira natural estará ali, o acabamento ficará certinho. A cutícula também facilita em muito a remoção de um possível excesso de esmalte. 

5 – Fácil manutenção

A cutícula é justamente uma das coisas mais difíceis de fazer só. Deixando-a crescer e hidratando bem, porém, se podem ter algumas facilidades.