Ter os dentes bonitos está cada vez mais fácil

Ter os dentes bonitos está cada vez mais fácil

Até pouco tempo atrás, as pessoas da terceira idade de modo geral, não davam a devida atenção para a recuperação dos dentes. Pois isso está mudando rapidamente. Está cada vez mais difícil encontrar idosos com a boca sem dentes, ou com a dentição precária e comprometida com cáries e outros problemas.

Vários fatores influenciavam para que este cuidado não fosse dado. Entre as principais razões dos idosos não cuidarem da dentição estava relacionado á saúde de forma geral. Como sabemos, a vida após os 60 anos era muito precária e cheia de complicações de saúde, desta forma, atentar para os problemas bucais acabava se tornando secundário. Além disso, os procedimentos dentários eram muito caros e acabavam ficando fora das condições financeiras da maioria das pessoas.

Os avanços da odontologia

Atualmente, temos assistido grandes avanços em muitas áreas da saúde, incluindo os procedimentos dentários. Além da formação de profissionais cada vez mais capacitados, os equipamentos e procedimentos também passaram por inovações que permitem restaurações perfeitas em tempo recorde. O aumento significativo da oferta acabou baixando os preços, deixando-os mais acessíveis.

Principais opções para repor os dentes

Dentadura

Para quem perdeu uma grande quantidade de dentes, mas não quer fazer os implantes, a opção é usar a dentadura. Ela não é tão confortável, mas é uma opção válida para quem não quer se submeter a procedimentos cirúrgicos.

Coroas e pontes

Estas servem para reforçar dentes danificados ou substituir aqueles que foram extraídos. A coroa serve para revestir um dente que perdeu boa parte de substância, fortalecendo a estrutura do dente; a ponte ou prótese fixa é usada para substituir um ou mais dentes que foram perdidos. Ela é fixada nos dentes naturais ou nos implantes ao lado do espaço que ficou depois da extração do dente.

Implantes

Idosos que desejem fazer implantes precisam passar primeiramente por uma avaliação médica. Os implantes podem ser colocados em regiões que tiverem dentes removidos se ainda houver estrutura óssea em volume e dimensões suficientes para receberem próteses apoiadas nestes implantes.