Sono inadequado – 10 consequências alarmantes

Sono inadequado – 10 consequências alarmantes

A falta de sono constante causa mudanças significativas no cérebro e no corpo, aumentando o risco de diversos problemas graves de saúde.

10 principais efeitos colaterais da falta de sono

Sono inadequado – 10 consequências alarmantes

1) Os reflexos ficam lentos

Quando não se dorme o bastante, o tempo de reação fica mais lento, o que significa que não se estará preparado para atividades que demandem concentração e foco. Isso inclui andar de moto, dirigir ou operar máquinas pesadas.

2) Problemas de memória

A falta de sono afeta a capacidade de pensar. Ela também dificulta o aprendizado, a tomada de decisões e a retenção de novas informações.

3) Fragilização do sistema imunológico

Quando dormimos, nosso corpo consegue se recuperar. Durante o sono, o sistema imunológico produz substâncias protetoras, como citocina, que ajudam a lutar contra vírus e bactérias.

4) Risco de doenças cardíacas

O sono desempenha um papel importante para manter a saúde do coração e dos vasos sanguíneos. Isso significa que o sono mantém os níveis de glicose e pressão arterial.

5) Depressão

Uma pesquisa americana mostra que pessoas com depressão têm tendência de dormir menos de seis horas por noite. Em um estudo de 2007 com 10.000 pessoas, aqueles que sofriam de insônia tinham cinco vezes mais chances de desenvolver depressão em comparação àqueles que não sofriam do problema.

6) Aumento de peso corporal

A falta de sono diminui o hormônio que regula a gordura (leptina). O resultado é um aumento na fome e no apetite, mesmo quando o corpo não está com fome de verdade. 

7) Maior risco de diabetes

O sono influencia a forma pela qual o corpo processa a glicose, carboidrato de alta energia que as células usam como combustível. Um estudo mostrou que sujeitos saudáveis que dormiam apenas quatro horas por noite processavam a glicose mais lentamente do que quando podiam dormir 12 horas. Outros estudos revelaram que adultos que normalmente dormem menos de cinco horas por noite têm um risco muito mais elevado de desenvolver diabetes.

8) Libido diminuído

Tanto homens quanto mulheres que não dormem o suficiente normalmente relatam menos interesse em sexo. Isso devido à falta de energia, à sonolência em geral e ao aumento de tensão, bem como à diminuição na secreção de testosterona durante a noite.

9) Envelhece prematuramente

A hipófise libera um hormônio do crescimento durante o sono (e durante exercícios de alta intensidade). Também liberamos mais cortisol (um hormônio do stress) quando dormimos pouco. Essa substância pode quebrar o colágeno da sua pele, levando a mais rugas e marcas de expressão.

10) Diminui a expectativa de vida

Estudos sérios revelaram que dormir cinco horas ou menos por noite aumenta o risco de morte devido a todas as causas em cerca de 15%, de acordo com a Escola de Medicina de Harvard.