5 sinais de que se pode estar tendo um Derrame Cerebral

5 sinais de que se pode estar tendo um Derrame Cerebral

O acidente vascular cerebral (AVC), também conhecido como derrame, é uma das principais causas de morte no mundo. O fato é que o sucesso da saúde após um AVC depende muito da rapidez em se identificar o quadro o prestar socorro.

Ele se divide em dois tipos:

  1. Acidente vascular isquêmico – falta de circulação em uma das áreas do cérebro, devido à obstrução de uma ou mais artérias por ateromas, trombose ou embolia.

Dá-se em pessoas mais velhas como consequência do diabetes, colesterol elevado, hipertensão arterial, problemas vasculares e fumantes.

  1. Acidente vascular hemorrágico – sangramento cerebral provocado pelo rompimento de uma artéria ou vaso sanguíneo provocado pela pressão arterial elevada, problemas na coagulação do sangue ou traumatismos.

5 sinais de que se pode estar tendo um Derrame Cerebral

5 sinais de um possível AVC

  1. Equilíbrio

Quem está sofrendo um acidente vascular cerebral perde o equilíbrio e coordenação.

  1. Visão

Se a pessoa tem dificuldades visuais (vista escura, borrada), pode estar passando por um acidente vascular cerebral.

  1. Face

O derrame se revela também na face: uma parte do rosto fica paralisada, os olhos podem ficar sonolentos e a boca pode ficar torta.

  1. Braços

Em um AVC, os movimentos dos braços serão afetados. A pessoa sentirá fraqueza neles.

  1. Fala

A pessoa que está tendo um AVC tem dificuldade para falar, pronunciando as palavras de forma arrastada.

Quadros que podem provocar um AVC

– Hipertensão

– Diabetes

– Colesterol alto

– Fumo

– Consumo excessivo de álcool

– Obesidade

– Problemas cardíacos

– Consumo de drogas ilícitas

– Condições genéticas

Como prevenir o AVC

 5 sinais de que se pode estar tendo um Derrame Cerebral

Veja também:

A diferença entre os tipos de colesterol

– Ter uma boa alimentação

– Evitar excesso de sal

– Não fumar

– Não beber (ou beber muito pouco)

– Praticar exercícios físicos

– Evitar o consumo de gorduras de má qualidade (como a de carnes embutidas)

– Ter a pressão arterial controlada

– Peso adequado

– Evitar o excesso de açúcar

– Diminuir o estresse

– Controlar os níveis de colesterol

– Aumentar a atividade cognitiva, como leitura, xadrez, exercícios manuais e aprender coisas novas.