5 sinais de intolerância à lactose

sinais de intolerância a lactose

A intolerância à lactose se apresenta pelo desencadeamento de reações físicas após a ingestão de leite e seus derivados. O quadro é causado pela deficiência no organismo da enzima lactase, que é responsável por digerir o leite. Quando ela é pouco produzida ou inexistente, esta digestão fica comprometida, causando reações no organismo.

As causas para a intolerância à lactose variam de acordo com o tipo e podem acometer pessoas de idade avançada, como resultado de alguma doença, cirurgia ou quimioterapia ou mesmo ser congênita, ou seja, quando a pessoa nasce com o problema. Pode ser que não haja histórico no passado e venha a apresentar-se em certos períodos da vida. Existem produtos que não parece ter leite, mas conta com o ingrediente na sua fabricação. É importante atentar para os rótulos.

Veja também:

Diferença entre Veganos, Orgânicos e Integrais

5 sinais de intolerância à lactose

  1. Sentir dores abdominais mesmo se alimentando adequadamente e ingerindo água na quantidade certa, pode ser sinal de intolerância à lactose.
  2. Se mesmo sem comer demais nas refeições houver uma sensação de inchaço e estufamento, pode ser decorrente de intolerância à lactose.
  3. Mesmo sem consumir feijão e outros alimentos que provocam gases continua sofrendo com o problema, talvez seja interessante fazer um teste cortando a lactose do cardápio para verificar se não apresenta a condição.
  4. Percebendo a necessidade de ir para o banheiro toda vez que consome leite e derivados, pode ser indicativo de intolerância, já que a condição tem a diarreia como um de seus principais sintomas.
  5. Náuseas e até mesmo vômitos depois de uma simples refeição sem qualquer ingrediente aparentemente nocivo podem indicar também um quadro de intolerância à lactose.

Se houver alguma suspeita de que algo não vai bem com no organismo ou uma suspeita de sofrer com a condição, é importante procurar um profissional da saúde e relatar os sintomas. O médico então deve pedir exames para verificar possível intolerância e, assim, indicar o tratamento mais indicado para cada caso.