Sal – Entenda o perigo

Sal – Entenda o perigo

Muitas vezes temos ouvido a respeito dos malefícios do consumo desordenado de sal, mas não entendemos o real motivo. Na terceira idade estamos mais sensíveis a algumas complicações de saúde e o sal pode ser um vilão que esteja nos prejudicando sem percebermos.

O consumo de sal em excesso contribui para um aumento alarmante nos casos de infartos e derrames cerebrais todos os anos.

Sal X Sódio

O sal de cozinha é composto por 2 elementos: Sódio e cloreto. Cada grama de sal tem 0,4gr de sódio, ou seja, 40% de sua composição.

O sódio é um mineral importante para o nosso organismo, pois atua no controle de líquidos do sangue e das células, contribuindo para a estabilização dos níveis da pressão arterial, além de ter um papel importante nos impulsos nervosos e na contração muscular.

Mas o sal não é a única fonte de sódio que temos hoje em dia. A indústria alimentícia utiliza o mineral para dar sabor e conservar os alimentos, impedindo o crescimento de bactérias.

Alimentos que contém sódio

O sódio está presente em muitos produtos industrializados. Veja alguns exemplos:

  • Pão francês
  • Embutidos (salsichas, linguiças, presunto, salame, nuggets, etc.)
  • Temperos prontos
  • Maionese
  • Catchup
  • Manteiga
  • Margarina
  • Molho shoyo
  • Caldos de carne, legumes, etc.
  • Bacon
  • Molho de tomate
  • Enlatados (ervilha, milho, etc.)
  • Macarrão instantâneo
  • Bolachas água e sal e recheadas
  • Salgadinhos
  • Bolos prontos
  • Queijos muçarela, parmesão, provolone, etc.
  • Congelados como lasanhas e hambúrgueres, etc.

Sal – Entenda o perigo

Veja também:

Principais doenças da terceira idade

Consequências do excesso de sódio

O problema está no excesso do consumo, que acarreta vários problemas. Quando os níveis de sódio estão altos, são liberados hormônios que causam retenção de líquidos e inchaço. Esse excedente de líquido circulando pelo corpo aumenta a pressão sanguínea, forçando o coração a trabalhar mais para bombear o sangue, levando a hipertensão, podendo causar infarto e até um AVC – Acidente Vascular Cerebral.

Quantidade recomendada

De acordo com a OMS – Organização Mundial de Saúde, a recomendação é consumirmos 5 gramas de sal por dia, que representa cerca de 2 gramas de sódio. No Brasil se consome em média o dobro desta quantidade, chegando a 10 gramas/dia. Para se ter uma ideia, 1 grama de sal é a quantidade que tem nos sachês que encontramos nas mesas dos restaurantes.

Como controlar a ingestão de sódio

Consumir produtos naturais e evitar os industrializados já será uma ótima atitude em direção ao equilíbrio do consumo de sódio. Prestar mais atenção às quantidades presentes naquilo que compramos nos supermercados, sempre investigando os níveis do mineral na tabela nutricional também ajuda.

Retirar o saleiro da mesa e abusar de temperos que dispensem a utilização de muito sal na elaboração dos pratos também é um recurso interessante.