Os rins e sua importância para o nosso corpo

Os rins e sua importância para o nosso corpo

Os rins são órgãos encarregados de desintoxicar nosso organismo através da urina e, entre outras coisas, também têm a função de efetuar o equilíbrio dos níveis de sódio, cálcio e outras substâncias importantes para a saúde.

Eles se localizam sob a caixa torácica e estima-se que eliminam toxinas de 120 a 150 litros de sangue por dia.

No entanto, de vez em quando o corpo retém resíduos em excesso e impede que possam realizar suas tarefas de maneira adequada.

Como consequência, processos importantes do organismo sofrem alterações e podem aparecer doenças que diminuem a qualidade de vida.

O mais preocupante é ser muito difícil detectá-las de forma precoce e, quanto mais tempo passa, mais complicado seu tratamento.

Devido a isso, é primordial saber como se manifestam as dificuldades em seu funcionamento e quando devemos suspeitar de uma doença.

Os rins e sua importância para o nosso corpo

Veja também:

Rins – 8 sinais de possíveis problemas

Informação importante sobre o funcionamento dos rins

Um mau funcionamento dos rins pode ser corrigido quando conseguimos detectá-lo no começo do processo.

Sua falta de controle leva a condições graves, como a hipertensão, a retenção de líquidos crônica e as temidas e doloridas infecções.

Procure manter-se alerta diante de qualquer um desses sinais, para consultar um especialista sempre que for necessário é primordial na manutenção da saúde deste órgão.

Beber água é o segredo

De maneira geral, consumir água diariamente e na quantidade adequada, evita maiores problemas, dando aos rins condições para efetuar seu trabalho de forma regular. Em épocas de tempo frio não consumimos água suficiente, bem como a permanência em ambientes refrigerados por ar condicionado também podem maquiar a nossa sede, diminuindo a ingestão de água que, é o veículo pelo qual nosso organismo realiza a purificação dessas toxinas que se não forem eliminadas podem trazer diversos tipos de problemas, incluindo os terríveis cálculos, que são pequenas pedras de calcificação que se formam por causa principal da falta de água no processo.