Residência compartilhada para idosos – Cohousing

República compartilhada para idosos - Cohousing

Fica cada vez mais no passado a ideia de que a terceira idade é uma fase solitária da vida. Alguns optam por morar na casa dos filhos. Outros aproveitam a aposentadoria para realizar viagens e conhecer lugares e pessoas diferentes. Ultimamente, uma nova opção vem fazendo a cabeça de gente nessa fase, para aqueles que não querem ficar  na casa do genro ou da nora: A república para idosos.

As repúblicas são conhecidas por hospedarem jovens que iam estudar ou trabalhar em cidades distantes das que moravam. Entretanto, elas também têm atraído pessoas mais velhas, devido à facilidade de pagamento das mensalidades que são acessíveis ao bolso de quem já é aposentado.

República de idosos na Espanha

 Na Espanha existe uma república de idosos chamada Convivir. Trata-se de uma organização autogerida, na cidade de Cuenca. O condomínio tem todos os serviços de um asilo tradicional. Mas pelo fato de todos compartilharem tarefas diárias se mantém ativos e conservam sua independência.

Questão de planejamento

A velhice hoje em dia, chega mais tarde, mas pensa-se nela desde cedo. Os mais velhos atualmente, principalmente europeus e japoneses, vivem mais e não querem passar a última fase da vida entre desconhecidos ou “ser um peso para os filhos”. É o que mostrou um estudo de 2015, realizado pelo ministério da Saúde espanhol, no qual mais da metade dos pesquisados acha pouco provável viver em um asilo, enquanto quatro em cada dez veem como alternativa o cohousing.

 

CohousingResidência compartilhada

Cohousing’s são moradias criadas e administradas pelos próprios idosos, que decidem entre amigos como e onde querem viver sua aposentadoria. Os apartamentos pertencem a uma cooperativa, mas podem ser deixados de herança para os filhos. Na Espanha, há oito projetos construídos e vários em construção.

Apesar desse tipo de moradia colaborativa estar se organizando há pouco tempo na Espanha, Rogelio Ruiz, arquiteto da eCohousing, recebeu quase 1.000 pedidos de informação para este tipo de república.

Todas as residências de cohousing devem ter os requisitos de um ambiente tradicional para idosos: banheiros geriátricos, móveis sem quinas, botões de emergência em todos os quartos, entre outras coisas.