Repelente natural – Febre Amarela, zika, dengue e chikungunya

Repelente natural - Febre Amarela, zika, dengue e chikungunya

Temos recebido diariamente as notícias sobre o grande surto de febre amarela que tem acontecido em diversas regiões do nosso país. Além das áreas já conhecidas tradicionalmente por esta doença, outros Estados vêm apresentando casos em número cada vez maior. Além da febre, já temos visto uma grande luta travada contra a dengue, a zika e a chikungunya que trazem grandes complicações de saúde, podendo levar o infectado à morte, inclusive. O uso do repelente é indispensável.

Aedes Aegypti

Um dos maiores transmissores destas doenças que estão se tornando verdadeiras epidemias é o Aedes Aegypti. Este mosquito proveniente da África, de onde se distribuiu praticamente pelo mundo todo, tem maiores incidências em regiões tropicais e subtropicais.

Bem adaptado nas zonas urbanas, depende da concentração humana para se estabelecer. Somente as fêmeas precisam do sangue para a maturação de seus ovos. Os machos se alimentam apenas de substâncias vegetais.

São insetos de hábitos diurnos, ou seja, picam durante o dia.

Repelentes químicos

Repelentes baseados no composto DEET (N,N-dietilmetatoluamida) são utilizados por vários fabricantes, em marcas diversas. Eles são úteis para repelir o mosquito, porém seu uso por tempo prolongado pode ser prejudicial ao ser humano, causando alergias, irritações ou até doenças mais graves. Além disso, seu uso contínuo pode fazer com que o inseto desenvolva resistência ao produto, o que necessitará de que  um componente mais forte seja criado.

Repelentes caseiros

Diante deste quadro, a possibilidade de utilizar um repelente a base de plantas é muito bem vinda, se este realmente funcione. O repelente feito a base de cravo-da-índia, álcool cereal e óleo corporal é eficaz e aceito pela comunidade científica.

Repelente natural - Febre Amarela, zika, dengue e chikungunya

Repelente com cravo-da-índia

O cravo-da-índia é um ótimo repelente natural contra insetos. Sua eficiência se dá por que seu cheiro característico, originado pela presença de eugenol em sua composição, é capaz de afastá-los, além das moscas e formigas. A solução pode ser usada por adolescentes e adultos, incluindo gestantes com liberação médica.

Preparo e aplicação: em um frasco escuro, coloque 10 gramas de cravo-da-índia em 500 ml de álcool de cereais. Durante quatro dias, mexa a mistura a cada 12 horas. No quinto dia, retire os cravos e adicione 100 ml de óleo vegetal corporal. Coloque a solução em um recipiente com válvula de spray e borrife na pele a cada 2 horas, agitando antes de usar.