Refrigerante – 11 consequências negativas

Refrigerante – 11 consequências negativas

O refrigerante é uma bebida consumida por pessoas de todas as idades em todo o mundo e de modo excessivo, é praticamente cultural. Mas a maioria desses consumidores não sabe dos inúmeros malefícios que esses produtos podem causar.

11 malefícios do refrigerante para a saúde

Refrigerante – 11 consequências negativas

Veja também:

Veja quanto açúcar há nos alimentos

Ganho de Peso

Um dos principais malefícios do refrigerante para saúde é o aumento de peso. Mesmo refrigerante diet pode causar problemas.

Diabetes

Os refrigerantes tem quantidades elevadas de açúcar, que elevam o nível de glicose no sangue e a resistência à insulina. Essa é uma das piores consequências, pois, esses fatores combinados elevam o risco de desenvolvimento de diabetes do tipo 2.

Doença Cardiovascular

A combinação de obesidade, aumento de glicose e gordura no sangue eleva o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como aterosclerose, acidente vascular cerebral e infarto do miocárdio

Osteoporose

Os refrigerantes de cola possuem ácido fosfórico, um composto químico que aumenta a acidez do sangue. Para neutralizar esse aumento, o organismo utiliza o cálcio dos ossos, propiciando a osteoporose.

Cárie

Os níveis elevados de açúcar e de ácido nos refrigerantes prejudica a saúde dos dentes e corrói o esmalte. Além disso, há risco de desenvolvimento de doenças da gengiva, como a gengivite.

Gastrite

O ácido presente nos refrigerantes, usado para dar gás à bebida, ataca as células gástricas, causando azia e gastrite. O uso contínuo acidifica o conteúdo gástrico provocando a incômoda doença

Insônia

O alto teor de açúcar dos refrigerantes interfere no ciclo circadiano e provoca insônia. Além disso, muitos  têm elevados teores de cafeína.

Câncer

Os refrigerantes possuem diversas substâncias usadas para dar cor à bebida. Esses aditivos químicos são tóxicos para as células do organismo, causando agressões e propiciando o surgimento de câncer

Infertilidade

Os refrigerantes acondicionados em latas de alumínio tem um outro agravante, pois essas são revestidas com uma resina chamada bisfenol (BPA). O bisfenol tem sido associado a problemas hormonais que levam à infertilidade, desenvolvimento de câncer e obesidade.

Envelhecimento Precoce

O fosfato presente no refrigerante, além de causar osteoporose, prejudica funções renais e musculares. Um estudo recente também concluiu que o consumo em excesso dessa substância causa envelhecimento precoce das células.

Pressão Alta

Os refrigerantes de cola e guaraná possuem cafeína que quando consumidas em excesso e constantemente, provocam aumento da pressão. A pressão alta é um fator de risco para o infarto e desenvolvimento de outras doenças cardíacas.