Quedas na Terceira Idade – Atitudes simples podem evitar traumas

Quedas na Terceira Idade - Atitudes simples podem evitar traumas

Acidente doméstico é algo corriqueiro em diferentes fases da vida, de bebês até idosos. Muitas mortes, vistas como acidentais, podem ser evitadas se debatidas e prevenidas corretamente. Uma das mais frequentes causas de mortes ou acidentes domésticos envolvendo idosos são as quedas.  Estima-se que cerca de 30% das pessoas com mais de 65 anos de idade caem pelo menos uma vez por ano e depois dos 80 anos de idade, essa porcentagem pode chegar a 50%. Entre as consequências das quedas, a fratura no fêmur é uma das mais graves por se tratar do maior osso do corpo, com grandes chances de impactar na qualidade de vida dos idosos.

Pesquisa da Faculdade de Educação Física da Universidade de Brasília (UnB), mostra que, três meses após fratura causada por queda, o índice de mortalidade de idosos chega a 20%. E as quedas são a principal causa de internações de idosos por acidentes no sistema público de saúde. Uma projeção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta ainda que a população idosa do Distrito Federal pode aumentar consideravelmente em 40 anos. Em 2060, quando Brasília completar seus 100 anos, o número de pessoas com mais de 60 anos pode representar cerca de 33%. Atualmente, eles são apenas 10,5 % da população brasiliense.

Para evitar tais acidentes, alguns cuidados devem ser tomados, principalmente com relação a organização e liberação dos acessos e áreas de circulação por onde o idoso transita.

Procedimentos simples para prevenir quedas

Quedas na Terceira Idade - Atitudes simples podem evitar traumas

– Instalação de corrimão em escadas, sem tapetes próximos ao seu acesso, tanto de subida quanto descida;

– Instalação de barras de apoio no banheiro;

– Camas devem ter altura ideal para garantir a segurança;

– Dê preferência por móveis de cantos arredondados e, se possível, evite móveis com vidro;

– Mantenha corredores iluminados de dia e à noite;

– Opte pela instalação de piso antiderrapante;

– Atenção às boas condições de sapatos e chinelos, pois quando estão desgastados ficam mais propícios a deslizar.