Prótese de Silicone – 5 dúvidas mais comuns

Silicone – 5 dúvidas mais comuns

Todos sabem que o grande preferido dentre as cirurgias plásticas é, com certeza, o implante de próteses de silicone. E, como tal, muitas são as dúvidas que rodeiam o assunto.

Perguntas e respostas sobre próteses de silicone

Silicone – 5 dúvidas mais comuns

A prótese de silicone elimina a flacidez?

Em alguns casos, sim. Nos casos de pequena flacidez, a prótese aumenta o volume da mama e a preenche. Já nos casos de grande flacidez, é necessário que a mulher faça primeiro uma mastopexia – cirurgia que retira o excesso de pele e consequentemente levanta as mamas –, caso contrário, a prótese pode causar a queda das mamas.

A prótese de silicone tem prazo de validade?

Apesar de todo o implante de silicone sofrer algum desgaste com o tempo, espera-se que ele dure no mínimo 10 anos. Entretanto, com a tecnologia atual, não se sabe até quando elas podem durar. Algumas próteses possuem garantia vitalícia, o que não significa que não precisarão ser trocadas, mas que esta troca contém garantia. Assim, a paciente não terá custos com uma nova prótese, apenas com o procedimento. É importante que antes mesmo de sentir endurecimento da prótese, retração ou qualquer sinal de dor, a paciente procure um profissional. Os exames de ultrassom – mamografia – irão mostrar o momento da troca.

Após uma mamoplastia, os seios perdem a sensibilidade?

Toda cirurgia em que há descolamento, a sensibilidade é alterada por haver cortes de nervos. Porém, normalmente, a sensibilidade retorna totalmente com o tempo. Quanto maior for a redução das mamas ou maior for a prótese, maior a chance de ter mais alteração de sensibilidade transitória e, em casos raros, permanente.

Surgirão estrias nos seios se colocar uma prótese de silicone muito grande?

As estrias surgem quando há o rompimento das fibras da pele. Assim, o seu surgimento ou não irá depender da qualidade da pele de cada paciente. Em geral, a prótese não promove esta distensão com tanta intensidade, a não ser que o implante seja muito grande, sendo raro até 350 ml. Para aquelas que desejam um volume superior a este, recomenda-se realizar o procedimento em etapas. Isso é, optando por uma prótese menor em um primeiro momento e, futuramente, substituindo-a por uma maior, até alcançar o tamanho desejado.

O silicone dificulta a amamentação?

Como a prótese fica abaixo da glândula ou abaixo do músculo que está abaixo da glândula, ela fica livre para produzir leite normalmente. Nos casos em que a incisão for areolar, em alguns casos, há a possibilidade de a mulher apresentar problemas na amamentação.