Pressão alta – Formas simples de controlar

Pressão alta – Formas simples de controlar

Diminuir a pressão alta sem remédios é possível, com hábitos como praticar atividades físicas 5 vezes por semana, emagrecer e diminuir o sal da alimentação.

Estas posturas são essenciais para evitar que uma pré-hipertensão se torne a pressão alta, e também pode ser orientada pelo médico como tentativa de controle da pressão, antes de iniciar o tratamento com remédios, por 3 a 6 meses, se a pressão for abaixo de 160x100mmHg.

Caso já se tenha iniciado o uso de remédios, eles não devem ser interrompidos, entretanto, essas mudanças de hábitos também são importantes para que o tratamento consiga controlar a pressão de forma correta, permitindo, até, a redução das doses dos medicamentos.

Maneiras naturais de controlar a pressão alta

Pressão alta – Formas simples de controlar

1.     Perder peso

Existe uma relação direta entre o peso e a pressão, que costuma aumentar nas pessoas acima do peso.

Além de diminuir a gordura total do corpo, também é importante a redução do tamanho da circunferência do abdômen, pois a gordura abdominal representa risco para doenças cardiovasculares, como infarto.

2.     Adotar uma dieta estilo DASH

A dieta estilo DASH propõe uma alimentação rica em frutas, verduras, cereais integrais e derivados do leite, como iogurte natural e queijos brancos, e pobre em gordura, açúcares e carne vermelha, o que contribui para o emagrecimento e controle da pressão arterial.

Também é importante evitar o consumo de alimentos enlatados, em conserva ou congelados prontos para o consumo, pois tem excesso de sódio e conservantes que levam ao aumento da pressão.

3.     Consumir menos de 6 g de sal por dia

É muito importante controlar o consumo de sal para que seja ingerido menos de 6 g de sal por dia, o que correspondente a 1 colher de chá rasa, e equivale a 2 g de sódio.

4.     Praticar exercícios 5 vezes por semana

A prática de atividades físicas, de no mínimo 30 minutos a 1 hora por dia, 5 vezes na semana, é essencial para ajudar a controlar a pressão.

Os exercícios melhoram a circulação de sangue pelos vasos e auxiliam o bom funcionamento do coração, além de ajudar a controlar os níveis de hormônios que aumentam a pressão, como adrenalina e cortisol.

5.     Abandonar o cigarro

O tabagismo provoca lesões e o comprometimento da função dos vasos sanguíneos, além de contrair as suas paredes, que provoca aumento da pressão, importante fator de risco para diversas doenças cardiovasculares, inflamatórias e câncer.

6.     Ingerir mais alimentos com potássio e magnésio

A reposição destes minerais, de preferência através da alimentação, apesar de não se ter comprovação absoluta, parece estar associada a um melhor controle da pressão, pois são importantes para o metabolismo, principalmente do sistema nervoso, vasos sanguíneos e músculos do coração.

7.     Diminuir o estresse

A ansiedade e o estresse elevam os níveis de hormônios maléficos, como adrenalina e cortisol, que aceleram os batimentos cardíacos e contraem os vasos, aumentando a pressão arterial.

A persistência desta situação pode aumentar cada vez mais a pressão, o que dificulta o tratamento e aumenta o risco de doenças cardiovasculares, como infarto e AVC.