Positividade e teimosia estão entre as características dos que chegam aos 100 anos

Positividade e teimosia estão entre as características dos que chegam aos 100 anos

As pesquisas sobre longevidade normalmente consideram a genética, a alimentação e a presença ou não de atividades físicas entre os pesquisados, como fatores preponderantes para uma vida mais longa ou não. Características mentais e de personalidade acabam não sendo consideradas nos dados levantados, como sendo elementos influenciadores para uma vida mais longeva.

O periódico científico International Psychogeriatrics publicou um estudo recentemente, onde foram acompanhadas as vidas de 29 moradores de 9 aldeias na sub-região italiana de Cilento, onde é alto o percentual de pessoas com 100 anos ou quase. A pesquisa focalizou principalmente a saúde mental e as características de temperamento e personalidade dos pesquisados.

Positividade e teimosia estão entre as características dos que chegam aos 100 anos
Aldeia na região de Cilento, Itália.

Características da personalidade influenciam na longevidade

Teimosia e otimismo são traços de personalidade que influenciam diretamente na longevidade dos moradores de Cilento, de acordo com o estudo. A Região é famosa por ter centenas de pessoas com mais de 90 anos. Entre estas características, os moradores de lá também tem em comum a resiliência e a atitude positiva para com os revezes da vida.

Autoconfiança, capacidade de superação e busca do bem-estar

O Dr. Dilip V. Jeste, principal autor do estudo e professor da Universidade da Califórnia em San Diego, nos Estados Unidos, diz que outros temas também emergiram do estudo, como presentes na vida nos pesquisados. Positividade, religião, ética de trabalho e fortes laços familiares, além de um amor explícito para com a terra onde vivem.

Notou-se claramente que a força para recomeçar diante de uma adversidade, buscando bem-estar numa postura confiante nas histórias dos relatos dos moradores do local.

Atitude certa para com a vida

“Um equilíbrio entre aceitação e determinação de superar as adversidades, além de uma atitude positiva que de propósito à vida.”

Claro que nenhum destes elementos é garantia de que se vá viver mais, pois de maneira geral, muitos outros fatores refletem sobre a história dos anos de vida de cada um, mas mesmo sem sermos especialistas, podemos concordar que se os adotarmos, viveremos melhor!