5 pontos para ter um envelhecimento saudável

5 pontos para ter um envelhecimento saudável

Envelhecer não precisa ser sinônimo de problemas de saúde ou algum tipo de incômodo. É completamente possível chegar à maturidade com qualidade de vida e ter um envelhecimento ativo e saudável.

Para isso, é preciso se cuidar e seguir algumas dicas essenciais, que vão ajudar a manter a saúde, a autoestima, o ânimo e aumentar os sorrisos, que são essenciais na vida de qualquer pessoa.

Para um envelhecimento saudável

Os perigos da “zona de conforto”

Muitos especialistas alertam que a zona de conforto é perigosa durante o envelhecimento. Para que a população 60+ tenha qualidade de vida, é preciso se mexer, em todos os sentidos.

Da mesma maneira que para jovens e adultos não é saudável ficar sem fazer exercícios e cuidar da alimentação, para quem chegou à terceira idade também não é recomendado ficar parado e descuidar da saúde.

A zona de conforto traz riscos para o cérebro, pois quando não há nenhum desafio para a mente, a memória e o raciocínio não são estimulados, o que pode causar doenças, como o Alzheimer, por exemplo.

Para um envelhecimento ativo, é extremamente recomendado realizar ginástica cerebral e ter uma alimentação saudável. Especialistas recomendam, inclusive, alimentos para a memória, para auxiliar neste processo de “treinamento” da mente.

5 pontos para ter um envelhecimento saudável

Exercício Cerebral

O exercício cerebral é utilizado para aumentar consideravelmente a qualidade de vida dos idosos. Ele pode ser feito de diversas maneiras, que contribuem para um envelhecimento ativo. Entre os métodos, podem estar jogos de estratégia e até mesmo de cartas, desafios de lógica, atividades que podem ser feitas em grupo ou de forma individual, no computador ou com objetos, caneta e papel.

É muito importante que a ginástica cerebral seja feita de uma forma que agrade quem está fazendo o exercício. Deve ser um momento prazeroso, que traga diversão e aprendizado ao mesmo tempo.

Manutenção do Paladar

A saúde do cérebro também está diretamente ligada à capacidade de distinguir os gostos dos alimentos. Assim, a perda do paladar pode ser um dos problemas que aparece durante o envelhecimento. Entretanto, é completamente possível prevenir que isso aconteça e, até mesmo, recuperar o paladar ao longo da maturidade. O tipo de comida também é essencial neste processo. Comer alimentos para a memória, indicados por especialistas, pode estimular as mais diversas partes do cérebro, evitando esquecimento e a perda do paladar.

Pele Seca

A pele seca é outro problema que pode ocorrer com a idade, contudo, durante um envelhecimento ativo, o problema dificilmente aparece. A prática de uma alimentação saudável é extremamente eficaz contra doenças degenerativas e pode evitar o uso de remédios que possam deixar a pele seca e causar outros efeitos colaterais.

Autoestima

Quem se dedica a um envelhecimento saudável não precisa gastar com remédios caros, fica em dia com a saúde e mantém o bom humor.