Plano de Saúde – Os melhores do Centro-Oeste

Plano de Saúde - Os melhores do Centro-Oeste

A região centro-oeste do nosso país é composta pelos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal, onde está situada a capital do país, Brasília.

Como em outras regiões, esta parte do Brasil tem características em comum. Realidades como clima, vegetação, quantidade demográfica, etc. são importantes para a situação da saúde da população de modo geral. Também há a realidade dos serviços prestados pelo poder público, à população da região.

Infelizmente, salvo poucas exceções, todo o Brasil sofre com a precariedade dos serviços públicos de saúde. Depender destes serviços pode ser muito perigoso. Se houver a possibilidade de uma preparação financeira que viabilize a aquisição de um plano de saúde, será uma ótima decisão.

Destacar as maiores operadoras de planos de saúde da região Centro-Oeste será importante, pois uma operadora com um grande número de associados, oferecerá uma melhor rede de atendimento.

A ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar informa periodicamente a quantidade de clientes de cada operadora.

As 10 maiores operadoras da região Centro-Oeste

O ranking abaixo mostra as empresas que tem um maior número de associados no Centro-Oeste do Brasil. Além disso, há a nota de cada uma,  dada pela ANS, com o número de reclamações solucionadas.

Posição por nota da ANS Operadora Média da nota da ANS em 2016 Reclamações solucionadas no Reclame Aqui Número de clientes na região Centro-Oeste
1 Amil Assistência Médica Internacional 8,90 70% 5.625.210
2 Bradesco Saúde 8,82 79,7% 3.535.319
3 Unimed Seguros Saúde 8,30 Não informado 478.550
4 SulAmérica 8,12 78,6% 2.174.391
5 Unimed Goiânia 8,09 60% 324.146
6 Unimed Cuiabá 8,03 66,7% 198.815
7 São Francisco Sistemas de Saúde 7,94 78,7% 523.659
8 Unimed Norte/Nordeste 7,37 69,8% 98.790
9 Unimed Campo Grande MS 6,76 70% 101.920
10 Central Nacional Unimed 6,55 59,8% 1.499.174

 

Vale frisar que cada região tem também opções de planos de pequeno porte, administrados por associações e ONG’s, que podem ter ótimos serviços e preços mais acessíveis. Pesquisar é muito importante. Pois além da questão do preço, existem particularidades de cada um que podem influenciar na decisão.