Os motociclistas da terceira idade

Os motociclistas da terceira idade

Mesmo que ainda esteja no imaginário popular a ideia de que os avós devem assistir televisão e tricotar, existem muitos grupos na terceira idade que fazem desta visão algo que vai ficando cada vez mais no passado. A associação entre terceira idade e aventura tem sido cada vez mais tida como importante. Pelo menos é a maneira que veem a vida os motociclistas que já passaram dos 60 anos, mas não conseguem se distanciar de suas motocicletas.

 Existe uma idade máxima para pilotar uma moto?

A legislação do nosso país estabelece apenas a idade mínima para se conduzir veículos automotores, incluindo as motocicletas, não sendo estabelecida uma idade máxima. Cabe ao Detran aplicar exames de rotina aos habilitados para que se conheçam os limites de cada indivíduo.

 Conhecendo nossos limites

Não podemos nos esquecer de que na terceira idade nossos corpos já não respondem da mesma forma aos reflexos, bem como nossa estrutura física já passa por transformações que nos impõe certos limites que precisamos observar.

Veja também:

Maiores desejos na terceira idade são viajar e curtir a vida ao lado de um amor

 Dicas para os motociclistas da terceira idade

  • Reconhecer os  limites sobre duas rodas e avaliar suas condições físicas e reflexos necessários para dominar o veículo.
  • Fazer visitas periódicas ao médico para verificar a saúde do coração, pulmão e articulações. Cigarros e bebidas alcoólicas são desaconselhados.
  • Agir com sabedoria. Não abusar da estrada, não se expor ao risco e evitar viajar à noite.
  • Procurar um clube para ter a companhia de pessoas com interesses em comum.
  • Buscar informações sobre climas hostis e intempéries. Dependendo do destino, estudar sobre a fauna local, que muitas vezes faz parte da paisagem. Um bom planejamento também envolve conhecimento sobre os costumes locais e, é claro, alternativas de hospedagem.
  • Garantir combustível de reserva, caso vá cruzar áreas muito desertas.
  • Estar com a documentação sempre em dia, para evitar problemas com guardas locais e fronteiras.
  • Ficar atento aos equipamentos essenciais, como capacetes, luvas, roupas impermeáveis e itens de camping, se for o caso.