Óleo de Rícino – Aplicações e benefícios

Óleo de Rícino – Aplicações e benefícios

O óleo de rícino é retirado de uma planta chamada mamona. Antigamente era famoso por seu poder laxante, mas hoje leva a fama pelos benefícios que traz aos cabelos, pele e unhas. Inclusive já pode ser encontrado em produtos de beleza sob o nome de “castor oil”, sua denominação em inglês.

Como é um óleo, não se mistura com a rícina, componente tóxico da mamona, e por isso sua extração e uso é segura.

Contém ácidos graxos, sendo o principal o ácido ricinoleico, exclusivo dessa planta. Contém também o ácido oleico, ácido linoleico e ácido, ácido palmítico e ácido esteárico, além de sais minerais e vitamina E.

Benefícios do óleo de rícino para os cabelos

Óleo de Rícino – Aplicações e benefícios

1. Restauração e crescimento de cabelos mais fortes

2. Hidratação dos fios

3. Combate à caspa

4. Oleosidade excessiva

5. Óleo de rícino e queda de cabelo

Benefícios do óleo de rícino para a pele

1. Combate acne e oleosidade

2. Pele ressecada e envelhecida

3. Cicatrizante natural

Como usar o óleo de rícino na pele

Não é indicado usar o óleo de rícino puro na pele. O correto é misturá-lo em um creme hidratante, na proporção de uma colher de sopa para cada 200 ml de produto.

Outras indicações do óleo de rícino

O óleo de rícino também pode melhorar a constipação, uma vez que estimula os movimentos do intestino. Porém, ele não deve ser usado com frequência, pois o uso prolongado pode trazer problemas de saúde. Normalmente ele é usado como tratamento temporário ou forma laxativa de preparo para exames.

O uso oral do óleo deve ser feito em dose única nas seguintes medidas:

  • Adultos: entre 15 e 60 ml
  • Crianças: entre 5 e 15 ml.

Contraindicações

A ingestão do óleo de rícino é contraindicada para:

  • Gestantes
  • Lactantes
  • Crianças e pacientes que apresentem sintomas compatíveis com obstrução intestinal
  • Doenças inflamatórias intestinais
  • Cólon irritável
  • Doença de Crohn
  • Colite ulcerativa
  • Qualquer outra doença intestinal conhecida ou suspeita.