O vinho e seus benefícios à saúde

O vinho e seus benefícios à saúde

No III Simpósio Internacional Vinho e Saúde que ocorreu em Bento Gonçalves, houve a exposição de uma série de novos trabalhos sobre o tema, mostrando que o vinho e outros derivados da uva, como o suco, são muito benéficos à saúde, desde que consumidos com moderação. Depois do simpósio, a lista abaixo foi divulgada.

O que não se pode negar é que o vinho tem cada vez mais apreciadores, que sempre ressaltam os benefícios para quem consome de maneira equilibrada esta bebida.

15 benefícios do vinho à saúde

O vinho e seus benefícios à saúde

Veja também:

Rota dos Vinhos – Serra Gaúcha

1 – Prevenção de doenças cardiovasculares e redução da pressão arterial;

2 – Diminuição dos índices do mau colesterol (LDL) e aumento do bom colesterol (HDL) no sangue;

3 – Redução de danos oxidativos em estruturas cerebrais, podendo reduzir o risco do aparecimento de doenças neurodegenerativas como o Alzheimer e Parkinson;

4 – Melhora na cognição e na memória;

5 – Ajuda na prevenção de alguns tipos de câncer, como os de pulmão, intestino, mama e cólon;

6 – Favorece as funções hepáticas do fígado;

7 – Redução de riscos de doenças renais;

8 – Auxilia no combate à obesidade;

9 – Acelera o metabolismo, reduzindo o ácido úrico, e, consequentemente, combatendo a fadiga;

10 – Aumenta o desempenho de atletas;

11 – Melhora a circulação periférica favorecendo a nutrição para os músculos;

12 – Repara as células do corpo, reduzindo os efeitos do envelhecimento e auxiliando em doenças associadas ao envelhecimento;

13 – Auxilia no funcionamento da flora intestinal;

14 – Fortalece o sistema imunológico, já que possui ativos com poder anti-inflamatório e antimicrobiano.

15 – Proporciona prazer e bem estar, proporcionando um estado de tranquilidade e satisfação.

Vale ressaltar que se for consumido em desequilíbrio pode acarretar muitos problemas de ordem física e social, como alcoolismo e outras consequências nocivas. As bebidas alcoólicas de modo geral podem trazer sérias complicações, assim, seu consumo é autorizado apenas a pessoas maiores de 18 anos e, reforçando, precisam ser apreciados de forma equilibrada, para que se tenha os benefícios, sem efeitos colaterais.