O que é um aneurisma?

Reduza o risco de AVC em quase

Um aneurisma é uma dilatação formada em uma artéria, decorrente de uma vasodilatação fora do normal. Essa protuberância cresce progressivamente, até que se rompe, podendo levar a morte. Ao contrário do que diz o senso comum, pode acontecer em diversas partes do corpo.

A vasodilatação é um processo fundamental para o equilíbrio da pressão arterial e a regulação térmica do organismo. O processo implica em uma dilatação, isto é, no aumento do diâmetro – ou, grosso modo, no alargamento – de um vaso sanguíneo, causado pelo relaxamento temporário do tecido muscular que compõe a parede desses vasos. Normalmente, a dilatação dos vasos é totalmente natural.

O aneurisma é resultado direto de um processo de vasodilatação que não deveria estar acontecendo, geralmente causado por um enfraquecimento crônico do tecido muscular. Isso resulta em uma espécie de inchaço localizado, com formato semelhante ao de um pequeno balão, que aumenta ao ser alimentado pela corrente sanguínea.

Em geral, a mera presença de um aneurisma não causa nenhum sintoma. Muitas pessoas, inclusive, convivem a vida toda com o fenômeno sem desconfiar e acabam falecendo de outras causas.

No entanto, o risco de rompimento aumenta com o passar dos anos, e as consequências podem ser catastróficas: 30% dos pacientes que sofrem uma ruptura de aneurisma morrem antes mesmo de chegar ao hospital. Entre os sobreviventes, 55% ficam com sequelas graves. O Brasil conta com uma média de 15 mil casos anuais de hemorragias causadas pelo rompimento de aneurismas.

Tipos de aneurisma

Eles são classificados de acordo com três características: sua localização, sua forma e sua origem ou agente causador. Cada um é identificado de acordo com uma combinação desses três fatores.

Classificação segundo localização

Aneurisma cerebral

Aneurisma da aorta abdominal

Aneurisma da aorta torácica

Outros locais

É possível desenvolver aneurismas em locais diferentes, como no intestino, no baço e atrás dos joelhos. No entanto, são casos raros.