Musicoterapia auxilia no tratamento de Alzheimer e Parkinson

Musicoterapia auxilia no tratamento de Alzheimer e Parkinson

Muitos tipos de problemas têm sido combatidos com o auxílio da musicoterapia. Pessoas com distúrbios mentais e crianças com problemas de comunicação são exemplos de pacientes que tem se beneficiado com essa terapia. Outro grupo de pessoas que utilizam este procedimento são os idosos. Além de ajudar na parte psicológica, o tratamento com música também tem efeitos positivos para a disposição física e o convívio social.

A Musicoterapia no tratamento de problemas da velhice

Existem várias doenças que acometem as pessoas na terceira idade. Estas doenças, de modo geral, fazem com que os idosos se afastem do convívio social e familiar. Deficiência física, visual, auditiva, etc. levam a pessoa acometida ao afastamento, mas através da musicoterapia o paciente é reconduzido à expressão e por meio da música, inclusive em casos de demência ou Alzheimer, podem ser utilizadas músicas do passado do paciente, fazendo com que o cérebro se exercite.

O reconhecimento do som específico de algum instrumento ou nota musical, bem como o estímulo da dança, podem despertar o interesse pela re-conexão dos vínculos pessoais.

Musicoterapia tratando o Mal de Parkinson

A musicoterapia pode minimizar os efeitos do Parkinson no sistema motor. Podendo ser trabalhado com exercícios do uso de músculos específicos ao som das notas musicais de um piano, por exemplo.

Fortalecendo a autoestima

A musicoterapia promove uma elevação da autoestima, pois pelo simples fato de cantar ou tocar uma música, tem-se a sensação de capacidade em realizar algo por completo, além do prazer de poder demonstrar para outras pessoas quilo que aprenderam, promovendo assim o fortalecimento dos vínculos sociais e a elevação da autoestima.

Doenças degenerativas podem ter uma melhora significativa, pois este tipo de tratamento ativa as funções cognitivas, o que é positivo para pessoas com problemas nesta área, de acordo com estudos realizados.

A música nos faz bem de diversas formas e na terceira idade, independente de termos problemas de saúde ou não, podemos nos beneficiar deste prazer!