As mudanças da musculatura corporal na terceira idade

As mudanças da musculatura corporal na terceira idade

A musculatura é responsável por cerca de 40% de nosso peso. Existem vários tipos de músculos no organismo que variam de estrutura e de função, mas basicamente existem dois tipos de fibras musculares: as estriadas e as lisas.

Ocorre perda natural de fibras musculares com o passar do tempo, com diminuição da massa muscular e também da força muscular.

A dor muscular, as câimbras e o espasmo são as principais manifestações musculares na terceira idade. A dor muscular normalmente vem acompanhada pelo espasmo muscular e o principal exemplo é a dor nas costas ou lombalgia. Na maioria das vezes a dor muscular está relacionada a má postura. As câimbras se caracterizam por contração muito dolorosa de músculo e em geral se relaciona com excesso físico. Alguns distúrbios metabólicos, como a diminuição de potássio no sangue devida ao uso prolongado de diurético, favorecem o aparecimento de câimbras. O espasmo muscular em geral está relacionado a algum processo inflamatório que provoca a manutenção da musculatura num estado de rigidez.

Principais complicações da musculatura na terceira idade

As mudanças da musculatura corporal na terceira idade

Atrofia muscular

A atrofia muscular é uma situação muito importante na terceira idade e é decorrente da falta de atividade física, de paralisias decorrentes a doença vascular cerebral e a neurites. A atrofia muscular pode levar a limitações físicas e seu combate se dá através da fisioterapia .

Miosites

As inflamações do músculo que podem ocorrer relacionadas em geral a doença reumática. Existem situações de fraqueza muscular com dores que não melhoram com o repouso. Pode também acontecer como consequência do câncer.

Polimiosites e Dermatomiosites

São processos inflamatórios e degenerativos muito raros que atingem o músculo e eventualmente a pele.

Miastenia gravis

Ocorre na terceira idade, mas é muito rara e em geral está relacionada a tumor do timo.

Tendinite

A inflamação do tendão ou surge nos processos inflamatórios musculares, nos traumatismos ou na doença reumática.