9 Medicamentos comuns e seus riscos alarmantes

Medicamentos comuns e seus riscos alarmantes

Estes medicamentos são considerados inofensivos e costumam estar nas nossas gavetas e bolsas, prontos para nos acudir em momentos de necessidade corriqueira. O problema da automedicação indiscriminada pode trazer sérios riscos para a nossa saúde, inclusive com estas substâncias populares.

Veja também:

Automedicação – uma ameaça silenciosa

9 medicamentos comuns e seus riscos

 1 – Tylenol

Princípio ativo: Paracetamol

Para que serve: Dor e febre

Efeitos indesejados: Esta substância, quando metabolizado pelo fígado, se transforma em uma substância tóxica chamada de NAPQI, que é rapidamente eliminada pelo organismo. O problema é que em adultos as doses a partir de 4 gramas por dia ou 1 grama de uma única vez podem sobrecarregar o fígado, causando lesões irreversíveis e em alguns casos até falência do órgão.

2 – Neosaldina

 Princípio ativo: Dipirona, mucato de isometepteno e cafeína

Para que serve: Dor e febre

Efeitos indesejados: Os efeitos colaterais da dipirona agem no sangue, ou melhor, na diminuição da quantidade de células do sangue, como glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas.

3 – Dorflex

Princípio ativo: Dipirona, citrato de ofernadrina e cafeína

Para que serve: Dor principalmente muscular

Efeitos indesejados: Além dos efeitos colaterais da dipirona presente em sua composição, a superdosagem da orfenadrina é tóxica e pode levar à óbito. Boca seca, alterações nos batimentos do coração, tremor, agitação, delírio e coma são outros efeitos em doses elevadas.

4 – Aspirina

 Princípio ativo: Ácido acetilsalicílico

Para que serve: Dor e estágios leves de febre

Efeitos indesejados: Oito comprimidos de Aspirina podem causar choque cardiovascular e insuficiência respiratória – isso porque doses elevadas aumentam o risco de excesso de acidez no sangue e baixa de glicose.

5 – Eno

 Princípio ativo: Bicarbonato de sódio, carbonato de sódio e ácido cítrico

Para que serve: Queimação no estômago

Efeitos indesejados: Dois envelopes do antiácido contêm 1,7 grama de sódio – quase que a recomendação máxima diária de consumo que é 2 gramas. Este simples medicamento pode ser um perigo principalmente para quem tem pressão alta e problemas no coração.

6 – Omeprazol

 Princípio ativo: Omeprazol

Para que serve: Dores no estômago principalmente as provocadas por lesões das mucosas

Efeitos indesejados: O Omeprazol atua na diminuição do suco gástrico e seu uso por um período prolongado pode causar efeito-rebote, ocasionando o excesso de produção de gastrina.

7 – Neosoro

 Princípio ativo: Cloridrato de nafazolina

Para que serve: Desentupir o nariz

Efeitos indesejados: A nafazolina pode chegar à tolerância, efeito-rebote e até dependência psicológica. Seu uso frequente faz com que o corpo se acostume com a medicação e exija uma quantidade maior do produto. Além de uma rinite medicamentosa, o Neosoro pode aumentar a pressão sanguínea e acarretar problemas para o coração.

8 – Torsilax

 Princípio ativo: Diclofenaco sódico, carisoprodol, paracetamol e cafeína

Para que serve: Dores musculares

Efeitos indesejados: Anti-inflamatórios de uma maneira geral são medicamentos que podem atacar as mucosas do trato digestivo, causando assim diarreia, náusea, vômito, cólicas abdominais, sangramento gastrointestinais e úlceras.

9 – Amoxil

 Princípio ativo: Amoxilina (antibiótico)

Para que serve: Infecções (combate de bactérias)

Efeitos indesejados: O uso indiscriminado de antibióticos pode levar a proliferação de bactérias resistentes, chamadas de superbactérias.