A importância da leitura na saúde da terceira idade

A importância da leitura na saúde da terceira idade

As campanhas de incentivo à leitura normalmente são direcionadas para jovens e crianças. Porém há outros grupos na sociedade que se beneficiariam muito com o hábito, entre estes podemos citar, especialmente, os idosos. Um livro pode ser um grande companheiro e ajudar a saúde física e emocional de quem chegou à terceira idade.

Vários estudos apontam que para diminuir os efeitos negativos do envelhecimento, especialmente nos casos em que o idoso encontra-se deprimido, o estímulo é muito importante. Nesse sentido existem muitos caminhos; filmes, exposições, dançar, cantar e ler.

A leitura manterá a mente ativa, recebendo estímulos constantes e até mesmo assimilando novos conhecimentos, contribuindo, além de tudo, para evitar ou retardar o aparecimento ou a progressão de doenças neurológicas degenerativas, como o Alzheimer, por exemplo.

É o exercício da leitura que ajudará a aprimorar o funcionamento do cérebro e proteger do declínio cognitivo, pois mesmo em idade avançada novos neurônios podem se renovar.

 O que ler?

Cada um de nós tem uma história construída até aqui, e a forma com que lidamos com a leitura durante a vida é muito importante, porém não determinará necessariamente a maneira de como nos comportaremos de aqui por diante.

Pode ser que não tivemos muita intimidade com os livros e revistas, mas essa realidade pode mudar. Mesmo que não pareça, existem vários tipos de literatura e, com certeza, iremos encontrar algo que esteja na nossa realidade. A ideia de que a leitura é algo complicada e não cabe a nós é equivocada. Precisamos sim, sair da inércia e nos aventurarmos na busca de alguma literatura que seja o começo de uma história empolgante.

Começar a leitura

Além dos benefícios aqui listados, muitos outros podem ser acrescentados à essa lista. Podemos citar o aumento do vocabulário que nos dará melhores condições de expressão e comunicação. Boa leitura!