Lactobacilos – Entenda os benefícios das ‘bactérias do bem’

Lactobacilos - Entenda os benefícios das ‘bactérias do bem’

Basicamente, lactobacilos são bactérias que pertencem ao grupo de alimentos probióticos, que são micro-organismos vivos que são benéficos para a saúde de seu hospedeiro.

Mas ter bactérias dentro do corpo não é algo ruim? Não necessariamente. Para entender o porquê disso, primeiro é necessário entender como funciona o nosso sistema digestivo.

Lactobacilos e a Flora Intestinal

Lactobacilos - Entenda os benefícios das ‘bactérias do bem’

A cada milímetro quadrado de um intestino considerado saudável, deve haver cerca de 10 bilhões de micro-organismos vivendo no órgão, sendo de grande importância principalmente no processo de digestão de alimentos e no combate a outros micróbios que possam ser nocivos e causar doenças. Esses organismos microscópicos são chamados pela ciência de flora intestinal.

Infelizmente, por uma série de adversidades, grande parte das pessoas possui um número reduzido desses seres em seus intestinos, sendo isso causado principalmente pelo uso de antibióticos ou por alguma outra enfermidade. E é aí que entram os lactobacilos.

Além de serem muito numerosos, esses micro-organismos podem ser ingeridos e ao contrário da maioria dos micróbios, eles conseguem sobreviver no estômago, que é um ambiente extremamente ácido, e chegar até os intestinos, onde eles se reproduzem com grande rapidez e não só fortalecem as defesas do órgão, como também o torna em um ambiente mais favorável para outras bactérias benignas.

  • Auxilia e equilibra o funcionamento dos intestinos;
  • Impede a multiplicação de bactérias nocivas;
  • Inibe a produção e eliminam toxinas;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Ajuda a prevenir o câncer de cólon (região do intestino grosso onde têm a maior concentração dessas bactérias);
  • Reduz a constipação;
  • Protege contra inflamações nos intestinos.

Onde encontrá-los?

Como o próprio nome já diz, “lacto”, essas formas de vida microscópicas são encontradas no leite puro, ou seja, aquele que acabou de sair da vaca. Infelizmente, o leite que encontramos nos mercados não possuem esse tipo de bactéria, já que eles passam pelo processo de pasteurização, que elimina tanto as formas de vidas que podem ser nocivas, quanto os lactobacilos. Em contrapartida há uma série de produtos que contêm as “bactérias do bem” e, em sua maioria, são muito fáceis de comprar ou até mesmo fazer. São os principais:

  • Leite fermentado (yakult, chamyto etc.);
  • Iogurte;
  • Coalhada;
  • Kefir;