Inhame – Benefícios superiores aos da batata

Inhame – Benefícios superiores aos da batata

Inhame é um tubérculo muito utilizado no sudeste e nordeste do Brasil. Ele é o nome dado aos rizomas das plantas do gênero Dioscorea. Serve como base da alimentação de diversos países das Américas, África e Ásia. O inhame é uma ótima fonte de carboidrato e também de diversos nutrientes úteis para a saúde. Ele também pode ser consumido em forma de suco, que traz os mesmos nutrientes do tubérculo, mas com muito menos fibras, o que lhe faz perder alguns benefícios, principalmente para a dieta.

Principais nutrientes do inhame

Inhame cru (100 g)
Calorias 97 kcal
Carboidratos 23,2 g
Proteínas 2,1 g
Gorduras totais 0,2 g
Fibras 1,7 g
Cálcio 12 mg
Magnésio 29 mg
Fósforo 65 mg
Ferro 0,4 mg
Potássio 568 mg
Zinco 0,3 mg
Vitamina B1 0,08 mg
Vitamina B6 0,11 mg
Vitamina C 5,6 mg

Fonte: Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos / Taco – versão 2, UNICAMP

Benefícios do inhame

Inhame – Benefícios superiores aos da batata

Turbina a proteção do corpo

O inhame é rico em vitamina C, que ajuda o sistema imunológico, já que ela participa da formação de alguns anticorpos do organismo. Além disso, essa vitamina é antioxidante, o que protege o corpo e os órgãos dos danos causados pelos radicais livres. As vitaminas E e do complexo B também ajudam o sistema imunológico.

Amigo do coração

O inhame é rico em potássio, mineral importante para o controle da pressão arterial. Quando a pessoa tem hipertensão, isso acaba por forçar o coração a bater cada vez mais forte para bombear o sangue de maneira eficiente, o que pode acarretar em mais problemas de saúde no futuro.

Além disso, o inhame é rico em vitamina B6, um nutriente que reduz os níveis de homocisteína no organismo, aminoácido encontrado em vítimas de infarto.

Ajuda na saúde feminina

Ainda não existem estudos em humanos comprovando esses benefícios, no entanto alguns especialistas acreditam que a substância diosgenina contribui para a produção de estrogênio, um dos principais hormônios femininos. Dessa forma, ele poderia ser usado para ajudar terapias de reposição hormonal e também para reduzir os sintomas da TPM, reduzindo cólicas, irritabilidade, inchaço, dor de cabeça e ansiedade.

Pode prevenir o câncer

Estudos mostram que uma dieta recheada de alimentos ricos em antioxidantes pode ser importante para prevenção do câncer. E como o inhame contém boas quantidades de vitamina A e C, ele se enquadra nessa categoria.

A importância dos antioxidantes é que eles combatem a ação dos radicais livres no organismo. Essas substâncias desgastam diversos órgãos e podem causar mutações no DNA das células que as levam a se reproduzir muito rapidamente, formando tumores.

Estudos recentes testaram a eficácia da diosgenina no combate ao câncer e mostraram que elas podem ser interessantes contra diversos tipos de tumores.

É bom para a dieta

O inhame é rico em fibras e considerado um carboidrato de baixo índice glicêmico. Isso significa que seus carboidratos são liberados mais lentamente para a corrente sanguínea, evitando picos de glicemia. Com isso, a insulina (hormônio que coloca o açúcar para dentro das células) é produzida em menor quantidade, o que poupa o pâncreas e também evita o mecanismo de estocagem de gorduras no abdômen.

Além disso, picos de glicemia levam a quedas muito rápidas, que desencadeiam a fome mais rapidamente. Ou seja, consumir alimentos ricos em fibras como o inhame favorecem a saciedade mais prolongada, o que evita ingestão de calorias extras.

Comparando o inhame com outros alimentos

Inhame cru (100 g) Batata doce crua (100 g) Batata inglesa crua (100 g) Mandioca crua (100 g) Cará cru (100 g)
Calorias 97 kcal 118 kcal 64 kcal 151 kcal 96 kcal
Carboidratos 23,2 g 28,2 g 14,7 g 30,1 g 23 g
Proteínas 2,1 g 1,3 g 1,8 g 1,1 g 2,3 g
Gorduras totais 0,2 g 0,1 g 0,3 g 0,1 g
Fibras 1,7 g 2,6 g 1,2 g 1,9 g 7,3 g
Cálcio 12 mg 21 mg 4 mg 15 mg 4 mg
Magnésio 29 mg 17 mg 15 mg 44 mg 11 mg
Fósforo 65 mg 36 mg 39 mg 29 mg 35 mg
Ferro 0,4 mg 0,4 mg 0,4 mg 0,3 mg 0,2 mg
Potássio 568 mg 340 mg 302 mg 208 mg 212 mg
Zinco 0,3 mg 0,2 mg 0,2 mg 0,2 mg 0,2 mg
Vitamina B1 0,08 mg 0,06 mg 0,1 mg 0,11 mg
Vitamina B6 0,11 mg 0,10 mg 0,15 mg 0,04 mg 0,02 mg
Vitamina C 5,6 mg 16,5 mg 31,1 mg 16,5 mg 8,8 mg

Fonte: Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos / Taco – versão 2, UNICAMP