Hidroterapia e Hidroginástica – Entendendo as diferenças

Hidroterapia e Hidroginástica – Entendendo as diferenças

A hidroterapia é uma categoria de fisioterapia executada na água com o acompanhamento de um fisioterapeuta. Diferentemente da hidroginástica, a hidroterapia foca na reabilitação física de problemas específicos, como disfunções ortopédicas, neurológicas, respiratórias e vasculares ou ainda durante períodos pré e pós-operatórios.

Por se dedicar a problemas de saúde, não é apenas um exercício físico focado em condicionamento físico como a hidroginástica. Pelo contrário, o tratamento hidro terapêutico é realizado de acordo com as necessidades de cada paciente, normalmente sendo realizada em grupos menores que os da hidroginástica.

Principais diferenças entre hidroterapia e hidroginástica

Hidroterapia e Hidroginástica – Entendendo as diferenças

Veja também:

Hidroginástica: O exercício completo – Entenda

  1. Acompanhamento de fisioterapeuta

A hidroginástica é uma atividade coordenada por um profissional formado em educação física, já a hidroterapia é exercida por um fisioterapeuta, preparado não só para corrigir problemas de saúde como para prevenir lesões e orientar o paciente a manter movimentos que preservem os avanços conquistados na terapia.

  1. Adaptação para o tratamento

Outra diferença da hidroginástica é que a hidroterapia precisa ser realizada em uma piscina diferenciada. Chamada de piscina terapêutica, a água para a hidroterapia deve estar aquecida entre 32 e 34°C e tem estrutura para receber todo tipo de paciente, inclusive cadeirantes e idosos com dificuldade de locomoção.

  1. Baixo impacto nos ossos

Principalmente para pacientes com lesões sérias ou de idade mais avançada, a principal vantagem da fisioterapia na piscina é o baixo impacto dos movimentos dentro d’água. O impacto com o solo chega a ser 90% menor dentro da piscina que fora dela.

  1. Benefícios da água quente

Por causa da mudança de temperatura, a hidroterapia oferece para o corpo o aumento da circulação sanguínea, diminuindo a pressão arterial e aliviando dores musculares e espasmos.

Benefícios da água quente:

  • Alívio de congestões por meio da abertura das vias aéreas;
  • Estímulo do sistema imunológico;
  • Ajuda na remoção das toxinas do organismo, através do suor;
  • Promoção de descanso e relaxamento.
  1. Menos sedentarismo e mais saúde

Apesar de o foco ser corrigir lesões, a hidroterapia não deixa de ser uma atividade física saudável, que ajuda a manter o paciente em movimento e com bom condicionamento físico.