Glutamina – Suplemento para proteção muscular

Glutamina – Suplemento para proteção muscular

O Que é Glutamina

A Glutamina é composta por aminoácidos não essenciais, que  são produzidos naturalmente pelo nosso organismo, logo são indispensáveis. Eles formam os blocos de construções das proteínas, que beneficiam o transporte de nitrogênio nos músculos, o que facilita o processo de ganho de massa magra.

Estudos provaram que os músculos são formados em torno de 60% por Glutamina. Ela pode ser encontrada em abundância em diversos órgãos e é importante para diversas funcionalidades de nosso organismo.

Benefícios da Glutamina

Glutamina – Suplemento para proteção muscular

Veja também:

5 Suplementos importantes para a Terceira Idade

  • Oferece efeito anti-catabólico.
  • Contribui para o crescimento dos músculos.
  • Favorece o sistema imunológico.
  • Esse suplemento pode contribuir para o melhor funcionamento do intestino, contribuindo para a melhor absorção dos nutrientes oferecidos na alimentação.
  • O seu uso pode auxiliar no desequilíbrio de hormônios após os desgastes dos treinos, o que melhora o estado de humor.
  • A probabilidade de surgimento de doenças degenerativas se torna menor com o consumo regular de Glutamina.
  • Pode contribuir para o controle dos níveis de açúcar na corrente sanguínea, além de auxiliar no funcionamento regular da flora intestinal.
  • Pode auxiliar de forma significativa nas atividades da memória.
  • Favorece a produção de Glutationa, que é um antioxidante poderoso para o corpo. Essa produção pode contribuir para evitar a oxidação de tecidos e desintoxicação de substâncias.
  • Favorece a eliminação de amônia do organismo após os exercícios físicos.

Contra indicações

Estudos mostram que o uso de Glutamina deve ser evitado por diabéticos, pois o organismo se comporta de forma incomum durante a metabolização da Glutamina. Em caso de uso, deve ter acompanhamento e aprovação de um médico.

Como Tomar Glutamina

Atletas e pessoas fisicamente ativas devem consumir no máximo 20 gramas diariamente. Pesquisas mostraram que a dosagem mínima de 5 gramas por dia já pode contribuir, mas consumidores contestam e dizem que 10 gramas pode oferecer um melhor suporte.

Diante das controvérsias, os melhores horários para consumo foram adequados e escolhidos de modo comum:

  • No inicio da manhã: Tomar 5 gramas em jejum, pode intensificar o transporte de Glicogênio.
  • Antes do treino: Ingerir de 4 a 8 gramas pelo menos 30 minutos antes do inicio dos exercícios físicos.
  • Na refeição pós-treino: O consumo de 5 gramas após o treino pode contribuir para uma recuperação muscular mais eficiente e ainda induzir a normalização de taxas de Glutamina gastas durante as atividades físicas. Recomenda-se consumir imediatamente após as atividades.
  • Na ceia: Ao ingerir 5 gramas na última refeição do dia, a produção de hormônio do crescimento é beneficiada e enquanto estiver dormindo, os músculos permanecerão em estado anabólico.