4 formas de saber a qualidade da água da torneira

4 formas de saber a qualidade da água da torneira

No decorrer da vida, um indivíduo consome aproximadamente 35 toneladas de água. Assim se torna tão importante conferir a qualidade do líquido, sobretudo levando em consideração que até 80% de diferentes substâncias químicas ricas em metais caem nas fontes de água, sendo capazes de causar diferentes problemas de saúde.

Formas de conferir a pureza da água

4 formas de saber a qualidade da água da torneira

1. Deixar descansar

Esse teste nos faz identificar a existência de impurezas estranhas. Por água numa garrafa transparente limpa, tampar e, em seguida, colocar num lugar escuro. Se depois de alguns dias surgir ao menos um sinal alarmante (camada na superfície, plana em volta da garrafa e resíduo), é sinal de que a qualidade da água deixa muito a desejar. Provavelmente, ela possui grande quantidade de sais metálicos.

2. Ferver a água

Esse teste permite determinar a existência de metais em alta concentração na água. Colocar água numa panela para ferver. Depois, deixar em fogo médio por 12 a 14 minutos. Em seguida, esperar mais 20 minutos até que a água esfrie, e despejar na pia. A existência de sedimentos calcários em volta da panela não é bom sinal. Se a cor dos sedimentos for cinza, é porque a concentração de cálcio é exagerada. Já uma cor entre marrom e amarelo indica excesso de ferro.

3. O teste do espelho

Para determinar a presença de impurezas, deixar cair uma pequena quantidade de gotas de água (1 ou 2 mililitros) sobre uma superfície de vidro; para isso, pode ser usado um espelho. Esperar enquanto o líquido evapora e, em seguida, avaliar o resultado. Caso tenham ficado rastros sobre a superfície, é porque a água tem resíduos estranhos. Após evaporar, a água de boa qualidade deixa a superfície totalmente limpa.

4. Dissolução do sabão

É um método que permite verificar a dureza da água. Adicione uma pequena quantidade de sabão à água. Se o líquido for ’macio’, o sabão dissolverá rapidamente, criando grande quantidade de espuma. Se for água dura, acontece justamente o contrário. Os ácidos graxos formam um composto sólido com o cálcio e o magnésio presentes na água, impedindo o sabão de fazer espuma.