Farinha da Casca de Maracujá – Benefícios e como fazer

Farinha da Casca de Maracujá – Benefícios e como fazer

Ainda pouco conhecida, a farinha da casca de maracujá é uma excelente fonte de fibras, colaborando para o processo de emagrecimento e atuando no controle dos níveis de açúcar no sangue.

Para que Serve a Farinha da casca de Maracujá? 

Além de ser uma ótima fonte de fibras, que melhoram o funcionamento do sistema digestivo, a farinha da casca do maracujá pode auxiliar no emagrecimento e na redução da glicemia e das taxas de colesterol na circulação.

Benefícios da Farinha da Casca de Maracujá

Farinha da Casca de Maracujá – Benefícios e como fazer

Veja também:

Maracujá – Acalma e trás outros 10 benefícios

1. Fonte de nutrientes importantes

Duas colheres de farinha da casca de maracujá fornecem 74% das necessidades diárias de fibra alimentar – são 18 g do nutriente em uma porção de 30 g da farinha. A mesma porção fornece ainda 1,8 g de proteínas, 0,7 g de gorduras e 6,4 g de carboidratos.

A farinha da casca do maracujá é fonte de nutrientes importantes como a pectina, uma fibra solúvel que é responsável por boa parte das propriedades da casca do maracujá, a niacina (vitamina B3), cálcio, ferro e fósforo.

2. Ajuda a emagrecer

Por causa da pectina, que ao entrar em contato com líquidos no estômago forma uma espécie de gel e retarda o esvaziamento gástrico. Como resultado, o cérebro recebe um sinal de que o corpo já está saciado e não precisa de mais alimento. Quando chega no intestino, a farinha de maracujá dificulta a absorção de carboidratos e gorduras, facilitando sua rápida eliminação.

3. Controla a Glicemia

Quando um alimento libera açúcar de maneira muito rápida, o pâncreas precisa enviar para a circulação uma grande quantidade de insulina. O que muitas vezes acontece, no entanto, é que os tecidos e órgãos vão ficando cada vez menos sensíveis a ela, o que faz com que ele libere uma quantidade ainda maior do hormônio. E assim tem início uma diminuição da sensibilidade à insulina, que pode resultar no diabetes tipo 2.

4. Diminui as taxas de colesterol

Em um estudo realizado pela Universidade da Paraíba, em que se observou a perda de peso nos participantes que consumiram a farinha de maracujá por 70 dias, foi também observada uma redução dos níveis de colesterol dos participantes.

5. Melhora o funcionamento do Intestino

Você provavelmente já sabe que deve consumir pelo menos 25 gramas de fibras diariamente para manter o bom funcionamento do intestino, mas com a vida corrida muitas vezes não dá tempo de preparar legumes e verduras todos os dias – e ainda por cima consumir 5 porções diárias de fruta.

A casca do maracujá fornece fibras que auxiliam na eliminação de toxinas e previnem a constipação. Outra propriedade importante é a sua atuação na parede intestinal: como não é digerida, a fibra passa por um processo de fermentação ao chegar ao intestino, servindo assim como uma fonte de nutrientes para as bactérias que auxiliam a digestão.

Como Fazer

Ingredientes:

  • 5 cascas de maracujá.

Modo de Preparo:

  1. Higienizar a casca dos maracujás;
  2. Levar as cascas para assar em forno branco. Deixar até que estejam secas e quebradiças. Desligar o forno e deixe esfriar;
  3. Bater as cascas secas no liquidificador ou processador, até que se transformem numa farinha homogênea;
  4. Guardar a farinha em um recipiente seco e bem vedado.

Como Usar

Podendo ser consumida em jejum com um pouco de água para manter a saciedade por mais tempo ou acrescentar a farinha ao suco verde, sobre a salada de frutas, na tapioca, ao iogurte, ou mesmo utilizá-la para enriquecer pães, bolos e tortas.