Equoterapia – Benefícios da terapia com cavalos

Equoterapia – Benefícios da terapia com cavalos

O cavalo é um velho parceiro do homem. Embora muito utilizado com finalidades laborais ou desportivas, o animal também pode exercer uma atuação importante na área da saúde como instrumento terapêutico, a chamada equoterapia.

O que é a equoterapia?

Equoterapia – Benefícios da terapia com cavalos

A técnica consiste no manejo dos cavalos para melhorar a coordenação motora, a cognição e a socialização de pessoas portadoras de certas enfermidades. Também chamado de hipoterapia ou equitação terapêutica, a equoterapia tem apresentado resultados favoráveis em pacientes com Síndrome de Down e enquadrados no espectro autista, entre outros.

A história da equoterapia

Os primeiros registros da equoterapia remontam à Grécia Antiga. No século 4 a.C., o sábio Hipócrates – considerado uma das figuras mais importantes da história da medicina – já atestava a eficácia da prática com cavalos na regeneração da saúde e no tratamento da insônia.

“A relação com o ser vivo combina benefícios terapêuticos, psicossociais e de autoconfiança. É uma atividade lúdica que soma muito”, assegura a fisioterapeuta Paula Chagas, Doutora em Ciências da Reabilitação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Principais benefícios da equoterapia

  • Melhora o equilíbrio e a postura;
  • Desenvolvimento da coordenação motora;
  • Estimulação da sensibilidade tátil, visual e auditiva;
  • Melhora o tônus muscular:
  • Aumento a força muscular;
  • Facilita a integração social;
  • Desenvolvimento da motricidade fina;
  • Estimulação do funcionamento dos órgãos internos;
  • Aumento da autoestima e da autoconfiança;
  • Estimulação do afeto, devido ao contato com um animal;
  • Promove a sensação de bem-estar;

Equoterapia é uma terapia que utiliza cavalos e proporciona benefícios a pessoas de todas as idades, aos portadores de deficiência física ou motora, com distúrbios psíquicos e problemas de relacionamento pessoal.