Entenda os efeitos da solidão

Entenda os efeitos da solidão

De acordo com um estudo da Universidade de Chicago, as nossas emoções influenciam em nossa saúde física mais do que imaginamos. Tendo avaliado 229 pessoas de 50 a 68 anos de idade, constataram que os mais solitários tem a pressão sanguínea até 30% mais elevada que aqueles que mantêm atividades sociais contínuas. Além de verificarem que quem vive em solidão também tem maior propensão a desenvolver problemas cardíacos.

O impacto da chegada da aposentadoria

A chegada da terceira idade chega juntamente com outros acontecimentos que, somados, acabam trazendo dificuldades de adaptação. A aposentadoria, por exemplo, com as mudanças bruscas que ela promove no nosso ritmo de vida pode ser um elemento complicador. Sim, um acontecimento tão esperado por todos nós, precisa ser assimilado com atenção, pois pode trazer consequências ruins de frustração por causa da súbita ausência de atividades.

Assim que nos aposentamos, inicia-se um período de tranquilidade, mas esse sentimento pode dar lugar rapidamente a uma sensação de inutilidade e solidão que são altamente nocivos ao ser humano.

Lidando com as perdas

Outro elemento inevitável nesta fase de nossas vidas é a perda de entes queridos. Não queremos que isso aconteça, mas somos pegos de surpresa com a dor e as mudanças que estas despedidas súbitas acarretam. Nunca estaremos preparados para estas despedidas, mas se não pudermos reorganizar nossas vidas, precisamos buscar e aceitar ajuda para que elas possam continuar, preenchendo o vazio que porventura tenha ficado. Cair no desânimo pode ocasionar o desenvolvimento de patologias relacionadas ao afastamento social.

Doenças relacionadas ao estresse emocional

Fibromialgia

A apatia emocional e o desânimo podem acarretar dores nos ossos e outros incômodos, mesmo que não ajam debilidades no sistema imunológico.

Psoríase

Problemas emocionais podem ser causadores de doenças na pele. Muitos casos têm sido constatados em decorrência de dores emocionais.

 Falta de vitamina D

Por causa da solidão, existe a tendência de permanecer dentro de casa, o que ocasiona a ausência de exposições ao sol, que é preponderante para o suprimento da vitamina D. Os baixos níveis desta vitamina têm sido relacionados à depressão, incontinência urinária e câncer de mama.

Como manter-se longe da solidão

  • Tenha as atividades físicas e alongamentos sempre presentes na sua semana;
  • Dê atenção especial à alimentação. Gordura, sal e açúcar devem ser evitados;
  • Evite álcool e fumo.

No mais, mantenhamos uma atitude positiva para com a vida, entendendo que sempre há algo a aprender. Saúde!