Eletrônicos melhoram a saúde de idosos

Eletrônicos ajudam idosos

Já vai ficando no passado a ideia de que os jogos eletrônicos são coisas de criança.

Esses maravilhosos brinquedos estão cada vez mais presentes no nosso dia-a-dia e com certeza vieram para ficar. Cada um de nós, com cada vez mais raras exceções, tem um aparelho eletrônico em mãos. Um computador,um tablet, uma smart TV (daquelas que se conectam a internet) ou pelo menos um celular smartfone, que estão totalmente adaptados às nossas vidas, facilitando, organizando e diminuindo as distâncias entre nós e nossos amigos e familiares.

O fato é que esta nova dinâmica tem se refletido diretamente em nossa estrutura cerebral e sem que percebamos, nos ajudado na melhora de nossa capacidade cognitiva, ou seja, estamos adquirindo novos conhecimentos e preservando nossa memória.  Entre os benefícios desse tipo de atividade estão um maior domínio da linguagem, diminuição da ansiedade e elevação da satisfação com a vida.

Uma pesquisa foi feita este mês por um grupo de gerontólogos (preparadores físicos especializados no atendimento a pessoas da terceira idade) formados pela Usp, onde se observou exatamente isso: Os jogos eletrônicos proporcionam a melhora da capacidade cognitiva dos idosos.

A pesquisa foi aplicada no município de São Caetano do Sul, que apresenta um alto índice de envelhecimento populacional. De acordo com os resultados do estudo, o grupo que foi estimulado com este tipo de equipamento apresentou evolução em áreas como atenção, orientação, capacidade visuoespacial, fluência verbal e memória.

Talvez nunca participemos de um estudo destes, mas com certeza se continuarmos interagindo virtualmente através das nossas redes sociais, aplicativos e brincadeiras online como jogos de damas, cartas, xadrez, etc. estaremos certamente treinando nossos cérebros a continuarem saudáveis e com certeza nos divertindo a valer!

Leia a matéria sobre a pesquisa no jornal da USP: Acesse