Verão – 7 dicas para evitar os males do calor

Verão - 7 dicas para evitar os males do calor

Para a maioria das pessoas, o verão é sinônimo de momentos de diversão e relaxamento ao ar livre. Mas o calor e o sol podem ser perigosos se as precauções adequadas não forem tomadas, especialmente para os idosos.

Não é novidade para a população portuguesa o aumento de incidências e problemas com idosos que são levados para a urgência hospitalar, chegando mesmo a existir um maior número de óbitos nas épocas de calor. Na maior parte das vezes, estes casos acontecem por não terem sido tomas as precauções necessárias para evitar problemas causados pelas vagas de calor, que se fazem sentir, principalmente, na terceira idade.

Quais os idosos mais vulneráveis ao calor?

  • Com antecedentes clínicos de problemas renais;
  • Com antecedentes clínicos de problemas respiratórios;
  • Obesos
  • Com problemas cardiorrespiratórios;
  • Que tomam medicação diurética que pode causar ou agravar uma desidratação

7 dicas para evitar os problemas do calor

Verão - 7 dicas para evitar os males do calor

Veja também:

Protetor solar: 12 mitos que muita gente acredita

Hidratação

Na terceira idade há um risco mais elevado de atingir o estado de desidratação do que os adultos mais jovens. O processo de envelhecimento está associado a várias alterações fisiológicas que afetam a capacidade do organismo em manter o equilíbrio de líquidos.

A desidratação no idoso pode ter diferentes consequências, como por exemplo maior risco de queda, insuficiência renal ou hipertermia sob condições de temperaturas elevadas pode elevadas.

As consequências da desidratação podem ser graves, resultando, muitas vezes, na hospitalização do idoso. Assim, a identificação da desidratação é fundamental para prevenir, controlar ou reverter a situação, através de planos de intervenção precoces e adaptados a cada caso específico.

Assim, é muito importante manter-se hidratado. Como a desidratação no idoso acontece mais rapidamente, a ingestão de líquidos deve acontecer, obrigatoriamente, a cada DUAS HORAS – ou menos, sendo que o idoso deverá ingerir 1,5l/ 2l de água por dia.

Comer de forma equilibrada

Devem manter uma alimentação saudável, independente da estação do ano. No entanto, para nos proteger do calor do verão, é importante assegurar uma alimentação saudável nesta estação do ano.

Com o calor também os processos digestivos são menos eficientes por isso é recomendado consumir alimentos mais leves. É aconselhável reduzir a ingestão de gorduras, carnes, fritos e condimentos.

Roupas confortáveis e claras

Em resposta ao calor, antes de sair de casa, devemos vestir roupas claras para evitar a absorção dos raios solares. Atentar também para vestir roupas confortáveis que não fique justa ao corpo, calçar sapatos cômodos e arejados com meias de algodão para prevenir o umedecimento excessivo dos pés.

Evitar exposição direta ao sol nas horas de muito calor

A exposição ao sol é muito importante, pois, repõe a vitamina D, responsável pela suplementação do cálcio. No entanto, esta exposição deve ser feita com cautela e extrema atenção. A exposição direta ao sol nas horas de maior calor, isto é, das 11h às 16h, deve ser evitada. Os banhos ou duchas devem ser tomados com água morna e não quente para diminuir a temperatura do corpo.

Bebidas com cafeína ou álcool

No verão, se deve evitar ingerir cafeína (café, refrigerantes, alguns chás) ou bebidas alcoólicas, mesmo que frescas. Apesar de ficarmos com a ideia que estamos  “matando a sede”, a verdade é que tanto a cafeína como as bebidas alcoólicas não hidratam, logo, contribuem para a desidratação.

Utilização de protetor solar

Sempre que haja contato com o sol, seja na praia ou a andar ao ar livre, deve-se usar protetor solar com um índice de proteção elevado (igual ou superior a 30) e renovar a aplicação sempre que estiver exposto ao sol (de 2 em 2 horas) e se estiver molhado ou se transpirou bastante.

Manter a casa fresca

É importante que a casa esteja fresca e arejada para os momentos que se passa na residência. Manter as janelas fechadas, especialmente nas horas de calor, é uma ótima tática para refrescar a casa.