Cotonete – Seu uso nos ouvidos faz mal?

Cotonete – Seu uso nos ouvidos faz mal?

Quando se usa o cotonete, além de lesões, se pode sem querer empurrar a cera para dentro do ouvido. Ou seja, cotonete faz mal, pois também pode empurrar sujeira para dentro do canal auditivo. Por isso, o recomendado é procurar o especialista na área para solucionar o problema, de modo correto.

Riscos de usar cotonete

Cotonete – Seu uso nos ouvidos faz mal?

Além destes principais riscos já citados anteriormente, é possível concluir que cotonete faz mal, devido a estes outros riscos associados ao uso desse objeto para limpeza do canal auditivo:

1. Eczemas

O ato de utilizar o cotonete diariamente nos ouvidos pode levar à formação de eczemas, que são o resultado da inflamação na pele que fica dentro da orelha.

2. Otite

Nem sempre o cotonete é armazenado corretamente, ficando muitas vezes na pia ou no armário do banheiro. Sabe-se que esse é um dos lugares mais sujos da casa, cheio de microrganismos nocivos à saúde. E, ao colocar o cotonete no fundo do ouvido, há risco de desenvolver inflamações como a otite.

3. Tampões de cera endurecidos

Quando você insere as hastes mais profundamente, não está retirando a cera e sim empurrando. Por isso considera-se que o cotonete faz mal, pois com o tempo, forma-se uma barreira densa, que impede a qualidade da audição.

4. Surdez

Outro fator relevante na decisão de que cotonete faz mal é a possibilidade de surdez provocada pelas consequências da perfuração do tímpano.

5. Aumento da produção de cera

Quanto mais você limpar o ouvido, mais sua proteção natural será retirada, deixando-o ressecado. Para compensar isso, o organismo produz ainda mais cera, para lubrificar o canal auditivo e proteger contra infecções.

Como limpar o ouvido sem cotonete

A melhor maneira de limpar os ouvidos é com água corrente e sabão neutro, enquanto se toma banho. Lembrar-se de enxaguar e secar bem, mas sem colocar a toalha ou dedo muito fundo.

Os movimentos de abrir e fechar da mandíbula, de mastigar e falar empurra a cera para fora do ouvido, que poderá ser lavada no banho. Ou seja, a limpeza do excesso dessa substância ocorre de forma natural pelo corpo.