Uso do computador promove saúde mental

Elder lady with glasses helping her friend with computer issue

Um estudo mostrou que, em um período de oito anos, homens que tinham o hábito de usar o computador apresentaram menor risco de serem diagnosticados com demência. Aumentando a saúde mental.

Saúde mental

A utilização do computador pode ajudar os idosos a diminuir a perda de memória e a capacidade de raciocínio e de aprendizado que ocorrem com a idade. Em um estudo publicado na edição desta semana do periódico PLoS One, os especialistas afirmaram que homens mais velhos que têm esse hábito apresentam menor risco de desenvolver demência em um período de oito anos.

COGNIÇÃO

Conjunto de processos mentais usados no pensamento, na percepção, na classificação, no reconhecimento, na memória, no juízo, na imaginação e na linguagem. O comprometimento cognitivo é uma das características mais importantes da demência, como na doença de Alzheimer.

Uso do computador promove saúde mental

Veja também:

10 aplicativos de celular úteis para idosos

DEMÊNCIA

A demência é causada por uma grande variedade de doenças no cérebro que afetam a memória, o pensamento, o comportamento e a habilidade de realizar atividades cotidianas. O Alzheimer é a causa mais comum de demência e corresponde a cerca de 70% dos casos. Os sintomas mais comuns são: perda de memória, confusão, irritabilidade e agressividade, alterações de humor, além de falhas de linguagem.

De acordo com o autor do estudo, o brasileiro Osvaldo Almeida, professor da Escola de Psiquiatria e Neurociência Clínica e diretor de pesquisa do Centro de Saúde e Envelhecimento da Universidade de Western Austrália, em Perth, trabalhos mais antigos já haviam indicado que atividades que estimulam a mente, como leitura e palavras cruzadas, por exemplo, diminuem o risco de demência, mas havia poucas evidências sobre os reais efeitos do uso prolongado dos computadores pelos idosos. Essas conclusões fazem parte de uma série de pesquisas que estão sendo feitas desde 1996 na universidade, a partir dos dados de 19.000 homens.

De qualquer forma, além de melhorar a saúde mental, utilizar computadores ou smartphones diminui a distância entre as pessoas e promove a interação social.