Como desacelerar o envelhecimento

Como desacelerar o envelhecimento

Lidar com a finitude da vida é algo que temos aprendido a fazer desde os 50 anos. Sim, foi mais ou menos nessa idade que iniciamos nosso processo de compreensão do envelhecimento e de que não somos eternos e isso, na verdade, não é de todo ruim. Passamos a utilizar melhor nosso tempo e a filtrar as coisas e pessoas que queremos perto de nós. Pois passamos a perceber que quando não vale a pena, o melhor a fazer é desfazer.

Mas no tocante à nossa realidade física, temos um pouco mais de dificuldade de alterar a perspectiva. Hábitos entranhados há muito tempo em nossas vidas tendem a se mostrar bastante resistentes na hora que sinalizamos algum indício de mudança. Porém, algumas ações práticas relativamente simples no trato com nossos corpos e o que colocamos pra dentro deles pode influenciar diretamente na velocidade que vamos envelhecer fisicamente.

O ponto principal do envelhecimento

O envelhecimento acontece a partir das nossas células. Quando respiramos, enviamos o oxigênio para a alimentação celular e isso nos mantém vivos, porém no processo de oxigenação das nossas células se formam os Radicais Livres de Oxigênio. Estes são muito importantes e necessários para o nosso organismo pois participam de processos como a cicatrização, coagulação e defesa do organismo, o problema está no aumento demasiado destas moléculas, que acabam ocasionando danos, inflamações e o envelhecimento precoce de nossas células. Cerca de 200 doenças estão diretamente relacionadas ao excesso de radicais livres no organismo. Pra citar apenas algumas podemos dizer do câncer, Alzheimer e cegueira.

Como evitar o aumento dos Radicais Livres?

 Nosso organismo tem um mecanismo próprio de controle do excesso dos radicais livres, porém, à medida que vamos envelhecendo este mecanismo vai perdendo sua eficácia, nos tornando mais vulneráveis a esse acúmulo.

Os alimentos que ajudam no combate aos radicais livres são os antioxidantes, que precisamos incorporar à nossa alimentação diária.

Alimentos úteis no combate aos Radicais Livres

  • Vitamina C: frutas cítricas (como laranja e limão) e vegetais de folha verde-escura (como brócolis e couve)
  • Vitamina A: cenoura, abóbora, mamão, batata-doce e damasco seco
  • Vitamina E: óleos vegetais, castanhas, germe de trigo, nozes e amêndoas
  • Flavonoides: uva e frutas cítricas
  • Licopeno: tomate
  • Catequinas: chá verde, uva e morango
  • Isoflavonas: soja
  • Betacaroteno: presente nos vegetais verde-escuros e amarelo-alaranjados
  • Ácido fenólico: morango, brócolis, berinjela, frutas cítricas, repolho, uva, cenoura, tomate e grãos integrais
  • Quercetina: casca de uvas e vinho
  • Matchá e cúrcuma (também conhecido como açafrão da terra)

Outras providências a serem tomadas

  • Evitar o excesso de exposição ao sol
  • Parar de fumar e evitar o álcool e outras drogas
  • Incluir frutas e verduras na alimentação diária
  • Evitar frituras e alimentos gordurosos
  • Evitar fast food’s, comida industrializada, corantes, agrotóxicos, conservantes, etc.
  • Dormir bem e não perder noites de sono
  • Combater o sedentarismo mental
  • Manter uma atitude positiva para com a vida

É claro que quanto mais cedo começarmos a tomar as atitudes corretas para evitar o envelhecimento precoce, melhor colheremos os resultados, porém nunca é tarde para começar. Tomando bastante água, fazendo exercícios físicos regulares, comendo de forma saudável e cuidando da pele com filtro solar, estaremos a meio caminho andado para um envelhecimento saudável, sem nos esquecermos do bom humor, pois sem as risadas a vida não vale a pena!