Chá Quebra-pedra – Resolvendo problemas nos rins

Chá Quebra-pedra – Resolvendo problemas nos rins


A planta Quebra-pedra é muito popular e seus benefícios têm sido experimentados por todo o país. Ela tem utilidade medicinal e também é conhecida como Pimpinela branca, Saxífraga, Arranca-pedras, Quebra-panela, Conami ou Fura-parede.

Benefícios do chá de Quebra-pedra para a saúde

• Tratar e prevenir pedras nos rins e aliviar os sintomas de dor;

• Prevenir pedras na vesícula;

• Ajudar a emagrecer por ter ação diurética;• Aliviar os sintomas da azia;

• Melhorar a prisão de ventre;

• Combater as dores porque tem ação analgésica;

• Combater vírus porque inibe a reprodução do DNA do vírus;

• Combate espasmos musculares e atua como relaxante muscular;

• Controlar a diabetes por ajudar a baixar o açúcar no sangue;

• Combater infecções no fígado, como hepatite B;

• Proteger o fígado de intoxicações;

• Ajudar a controlar a pressão arterial por facilitar a eliminação de sódio;

• Atuar como antioxidante.

O nome científico é Phyllanthus niruri, e pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e feiras livres.

Nasce em períodos de chuva em todo território brasileiro, sendo encontrada facilmente em jardins, fendas de calçada ou terrenos baldios.

Como usar

• Infusão: 20 a 30g por litro. Tomar 1 a 2 xícaras por dia;

• Decocção: 10 a 20g por litro. Tomar 2 a 3 xícaras por dia;

• Extrato seco: 350 mg até 3 vezes ao dia;

• Pó: 0,5 a 2g por dia;

• Tintura: 10 a 20 ml, divido em 2 ou 3 doses diárias, diluídas num pouquinho de água.

As partes utilizadas da quebra-pedra são a flor, a raiz e as sementes, que podem ser encontradas na natureza e industrialmente na forma desidratada ou como tintura.

Como preparar o chá

Ingredientes:

• 20g de quebra-pedra

• 1 litro de água

Modo de preparo:

Ferver a água e adicionar a planta medicinal e deixar repousar por 5 a 10 minutos, coar e tomar a bebida morna, de preferência sem açúcar.

Contraindicações

O chá de quebra-pedra é contraindicado para crianças menores de 6 anos e para mulheres grávidas ou que amamentam, por possuir propriedades que atravessam a placenta e chegam até o bebê podendo causar aborto, passando também pelo leite materno mudando seu sabor.

Não se deve tomar este chá por mais de 3 meses seguidos, devendo-se dar uma pausa de pelo menos 2 semanas antes de recomeçar o tratamento.