Ceratocone – O que é, sintomas e fatores de risco

Ceratocone - O que é, sintomas e fatores de risco

O que é Ceratocone?

O ceratocone é uma condição que se caracteriza pela deformação progressiva da curvatura da córnea, provocando nela um afinamento em forma de cone. A córnea é uma estrutura transparente que reveste a parte anterior do olho.

Estágios do ceratocone

Ceratocone - O que é, sintomas e fatores de risco

O ceratocone tende a evoluir ao longo de quatro fases:

  • Inicial: sintomas são mais leves e podem ser satisfatoriamente corrigidos com o uso de óculos;
  • Segunda fase: os óculos já não corrigem o problema. Observa-se um astigmatismo mais elevado, afinamento e saliência da córnea e o paciente somente consegue manter uma boa clareza da visão se o seu astigmatismo for corrigido com lente de contato rígida;
  • Terceira fase: a córnea já está bem proeminente, saliente, irregular e bastante comprometida. Nesse estágio, há a necessidade de, em alguns casos, adaptar uma lente gelatinosa por baixo com a finalidade de proteger a córnea, e uma lente rígida por cima, na parte mais externa, que efetivamente corrige o grau;
  • Quarta fase: a lente já não para mais no olho ou a córnea torna-se opaca, o que torna a visão deficiente. Dessa forma, o transplante de córnea é indicado.

Causas do Ceratocone

Embora as causas do ceratocone ainda não sejam totalmente compreendidas, os especialistas acreditam que a condição acontece por uma combinação de múltiplos fatores, incluindo genéticos e ambientais.

Especialistas acreditam que alguns indivíduos que desenvolvem ceratocone têm predisposição genética para desenvolver o distúrbio. Uma pessoa geneticamente predisposta a um distúrbio carrega um gene (ou genes) para o distúrbio, mas a condição pode não ser expressa a menos que seja desencadeada ou “ativada” sob certas circunstâncias – por conta de fatores ambientais específicos, por exemplo. Pesquisas estão em andamento para identificar genes específicos associados ao ceratocone.

Fatores de risco

  • Histórico familiar de ceratocone;
  • Coçar os olhos vigorosamente e com muita frequência;
  • Ter algumas condições, como retinite pigmentosa, síndrome de Down, síndrome de Ehlers-Danlos, rinite alérgica e asma.

No entanto, a relação direta de causa e efeito entre esses distúrbios e o ceratocone não foi estabelecida. Além disso, a condição tende a se desenvolver mais frequentemente entre os adolescentes na puberdade ou durante os últimos anos da adolescência.

Sintomas de Ceratocone

No estágio inicial, os sintomas do ceratocone podem incluir:

  • Desfoque leve da visão;
  • Visão levemente distorcida, onde as linhas retas parecem dobradas ou onduladas;
  • Aumento da sensibilidade à luz (fotofobia).

Nos estágios mais avançados, os sintomas do ceratocone geralmente incluem:

  • Visão muito embaçada e distorcida;
  • Aumento ou aparecimento de miopia e astigmatismo;
  • A piora da visão é tanta que nem com lentes de contato ou óculos a visão melhora.