Veja o caminho para uma mente saudável

Veja o caminho para uma mente saudável

Enquanto as pesquisas continuam tentando desvendar o quanto a genética influencia na memória e quanto os hábitos cotidianos são importantes para diminuir o risco de demência, especialistas dão dicas que podem ajudar o envelhecimento mais saudável. Longe de ser uma fórmula nova ou secreta, alcançar uma terceira idade com saúde de forma geral passa mais por hábitos saudáveis em continuidade que por ações mirabolantes praticadas de maneira isolada.

No que diz respeito à saúde mental não poderia ser diferente: Adquirir de forma gradual e sustentável, hábitos saudáveis e torna-los companheiros para a vida é a grande sacada para alcanças uma maturidade saudável, com qualidade de vida e clareza de raciocínio.

5 hábitos para uma mente saudável na terceira idade

Veja o caminho para uma mente saudável

Mexer-se: prática de atividade física, independentemente da intensidade, aumenta o volume da substância cinzenta do cérebro e o fluxo sanguíneo em regiões cerebrais associadas ao declínio cognitivo considerado normal para a idade. Quanto mais praticamos atividades físicas, mais fortalecemos o cérebro.

Comer bem: bom controle dos níveis de pressão arterial e de glicose também colaboram para um envelhecimento cerebral saudável, por evitar danos vasculares ao cérebro, diminuindo a chance de desenvolvimento de demência. Uma alimentação completa e balanceada contribui diretamente para um bom raciocínio.

Por a cabeça para funcionar: manter-se cognitivamente ativo, seja por meio de voluntariado ou outras atividades, parece contribuir para o aumento da reserva cognitiva e a diminuição do risco de demência. Atividades que exijam do nosso cérebro o manterão ativo.

Relaxar: meditação, ioga e mindfulness estão associadas à diminuição de substâncias inflamatórias no cérebro. Ter uma agenda que inclua o repouso garante a sustentação cerebral.

Ser saudável: parar com o cigarro e as bebidas alcoólicas protege os neurônios contra as toxinas decorrentes desses hábitos. De maneira geral, diminuir sempre os ataques desnecessários ao cérebro.

Mesmo que as fórmulas mágicas nos atraiam, consideremos que aquilo que levamos para a vida é que nos constrói ou destrói.