Conheça o Café Colombiano – um dos melhores do mundo

Conheça o Café Colombiano – um dos melhores do mundo

Quem aprecia os sabores de um bom café sabe reconhecer as qualidades do café colombiano. A Zona Cafeteira da Colômbia fica localizada entre os departamentos– espécies de estado – de Caldas, Risaralda e Quíndio. O solo fértil, o cultivo e a colheita dos grãos são os responsáveis por colocarem a Colômbia como o terceiro país que mais exporta café.

Características do café colombiano

Conheça o Café Colombiano – um dos melhores do mundo

Veja também:

Café – Conheça os melhores do mundo

1. A geografia da Colômbia

As características dos terrenos colombianos influenciam na qualidade do café cultivado. O solo vulcânico da Colômbia transformou-se numa fértil opção para a agricultura do café e seu clima, que varia entre 8 graus Celsius negativos a 29 graus Celsius positivos, favorece muito para dar qualidade aos grãos. A chuva bem distribuída marca outra característica favorável para a cultura do café.

2. A produção do café colombiano

A colheita do café colombiano é um dos pontos que torna a bebida especial.Trata-se de uma retirada seletiva dos grãos, ou seja, os produtores colhem apenas os frutos maduros. Essa técnica é utilizada principalmente entre os pequenos cafeicultores.

Na produção é utilizado o beneficiamento úmido ou o lavado. Esse tipo de tratamento consiste em colocar os grãos maduros em tanques com água para a retirada da casca e da mucilagem que envolve o fruto, de maneira que os grãos sejam despolpados.

Em outro tanque de água, os grãos ficam fermentando entre 12 e 38 horas para a redução da goma açucarada do fruto. Esse tipo de beneficiamento é feito artesanalmente. Após a retirada da mucilagem, os grãos vão para o processo de secagem ao Sol.

3. As variedades do café da Colômbia

Os cafés mais consumidos no mundo são das espécies arábica e robusta. Em uma apertada síntese, o café arábica produz uma bebida aromática, com baixo teor de cafeína e menos amarga. Já o café robusta resulta numa bebida com mais cafeína, pouco adocicada e com aroma menos marcante.

A Colômbia produz o grão da espécie arábica que, por sua vez, apresenta algumas variedades:

Colômbia produz o grão da espécie arábica que, por sua vez, apresenta algumas variedades:

  • Típica: também conhecida como nacional ou arábico. Cada hectare tem cerca de 2.500 árvores cafeeiras;
  • Borbón: as plantas chegam a 3 metros de altura e seus frutos são pequenos. O aroma da bebida é intenso e com sabor adocicado;
  • Maragogipe: possui frutos grandes, porém, poucos produtivos;
  • Tabi: Desenvolvido na Colômbia, tem plantas de porte alto, mas sua principal característica diz respeito à qualidade da bebida. Sendo pouco produtivo, seus grãos são destinados à fabricação de cafés especiais;
  • Caturra: Semelhante ao Borbón, a planta se adaptou muito bem aos solos vulcânicos da Colômbia produzindo grãos maiores;
  • Variedad Castillo: a quantidade que produz é igual ou superior à da Caturra e a qualidade da bebida é semelhante às demais espécies do café arábico.