7 benefícios de voltar a estudar na terceira idade

benefícios de voltar a estudar na terceira idade

O retorno às salas de aula permite que os idosos aprendam coisas novas. Estudar os atualiza e estes passam a enxergar o mundo de outra forma. Esse mundo de descobertas torna o idoso mais seguro e autoconfiante, aumenta sua autoestima e permite que ele estabeleça relacionamentos saudáveis.

Benefícios de estudar na terceira idade

benefícios de voltar a estudar na terceira idade

Adquirir novas habilidades e conhecimentos

Voltar às salas de aula na terceira idade significa oferecer ao cérebro novos estímulos, aumentando a capacidade de memorização, da fala, da atenção, noção espacial e do respeito ao próximo. Novos aprendizados proporcionam aos idosos uma nova visão sobre o mundo e sobre tudo o que está acontecendo ao redor.

Realizar-se profissionalmente

Muitos em algum momento de suas vidas foram obrigados a abrir mão de sonhos profissionais para se dedicarem à família e filhos. Essa é a oportunidade que se tem de realizar o sonho da graduação ou da atualização profissional. A chegada da aposentadoria permite ao idoso voltar à vida acadêmica com mais calma, mais foco e com condições financeiras de arcarem com o curso escolhido.

Atividade social mais ativa e participativa

A participação em grupos sociais é positiva e extremamente importante para os idosos, pois essa é uma forma de fazer novas amizades e se livrar da solidão. Ao voltar a estudar os idosos também são convidados a participarem de reuniões, passeios, palestras e várias outras atividades que levarão em conta sua experiência de vida.

Trabalhar após a aposentadoria

Alguns idosos desejam continuar trabalhando depois da aposentadoria, seja por necessidades financeiras ou para se sentirem úteis e produtivos. A faculdade na terceira idade abre uma gama de opções para que os idosos continuem na ativa, seja no aprendizado de novas profissões ou na atualização daquelas que já possuíam.

Ter contato com estudantes mais jovens

O contato dos idosos com pessoas mais novas permite a troca de experiências tão necessária para a manutenção de uma sociedade ativa e dinâmica, além de contribuir para a prática da cidadania.

Estudar mantém a mente ativa

A leitura e a escrita estimulam o cérebro e melhoram a capacidade cognitiva do idoso, fazendo com o que este seja capaz de memorizar os conteúdos das aulas e seja forçado a se comunicar constantemente através da fala.

Manter o corpo ativo

Ao saírem de suas casas para a faculdade, os idosos estabelecem uma rotina a ser cumprida diariamente pelo corpo, tornando-o mais ativo e saudável. Essa é uma ótima forma de não ficar parado e envelhecer com mais saúde.