Alergia na terceira idade – Veja as principais

Alergia na terceira idade – Veja as principais

Cerca de 5% e 10% dos idosos têm algum tipo de alergia e a rinite alérgica é uma das principais causas de consultas, com prevalência significativa em pacientes com mais de 60 anos de idade. Trata-se de uma doença de pouca gravidade, mas que interfere bastante no bem-estar de seu portador. A asma ocupa a segunda posição, seguida da tosse em ordem de frequência. Entre as ocorrências dermatológicas, o prurido ocupa grande percentual de ocorrência, seguido de urticária, alergia a medicamentos e dermatite de contato.

Sintomas das alergias mais frequentes em idosos

Veja também:

Abandone 10 hábitos que envelhecem a sua pele

Repelente natural – Febre Amarela, zika, dengue e chikungunya

 Rinite Alérgica

 Os sintomas são: Espirros, coriza, entupimento e coceira nasal. Outras estruturas no corpo como olhos, ouvidos, seios da face, garganta e pulmões podem ser comprometidas, se o quadro piorar.

Ocorrência de lacrimejamento e coceira nos olhos, céu da boca, ouvidos e garganta. A sensação de corrimento de secreção pela parte de trás do nariz para a garganta é comum, conhecido pelo nome de gotejamento pós-nasal, que pode provocar pigarro ou tosse.

Asma

 Ocorre por crises de “falta de ar”, “chiado no peito”, cansaço e tosse, sintomas determinados por uma inflamação demorada e persistente das vias respiratórias.

As crises de asma podem oscilar desde uma leve sensação de cansaço até sufocação grave.

Tosse

Idosos podem ter a chamada “tosse crônica” de duração prolongada que pode estar associada com a alergia e precisar de tratamento especializado. Também pode ser causada por remédios para controlar a hipertensão e ser confundida com a alergia.

Alergias na terceira idade – Veja as principais

Alergia nos olhos

 As pessoas idosas normalmente usam colírios com frequência, o que pode levar ardência e desconforto, confundindo com alergia. As manifestações alérgicas nos olhos podem prejudicar as pálpebras, cílios, conjuntiva, córnea e úvea.

Coceira ou Prurido

 Coceira na pele ou pruridermia é uma ocorrência comum em idosos, pelas características da pele nesta faixa etária. É um sintoma que pode acompanhar várias situações de saúde e condições da pele. Pode ser sinal de problemas dermatológicos, outras doenças orgânicas ou ainda oscilações emocionais.

Urticária

 É uma erupção na pele manifestada por placas avermelhadas salientes, de tamanho variado, com coceira intensa. A urticária se dá por pontos e placas salientes, em geral de aspecto avermelhado, variam de tamanho, desde milímetros até vários centímetros. As lesões podem ser localizadas ou se juntar formando grandes placas. São normalmente bem delimitadas e costumam coçar bastante. Essas placas têm duração momentânea, pois evoluem em algumas horas, desaparecendo sem deixar sinais e mudam de local, aparecendo num local do corpo, ou em outro.

Eczema de Contato

 Os eczemas de contato são produzidos pela ação direta de determinadas substâncias sobre a pele. No caso do idoso, é importante destacar o papel de medicações de uso local como cremes, pomadas e loções que provocam eczemas. Outras causas em idosos são: cosméticos, bijuterias, produtos de limpeza, etc.

Alergias na terceira idade – Veja as principais

Alergia a Remédios

Analgésicos, antitérmicos e anti-inflamatórios são muito utilizados por idosos, muitas vezes até mesmo sem receita médica e é um grande grupo de medicamentos. Pode acontecer de um medicamento usado há bastante tempo passar a causar alergia.