Abraço – 6 motivos para abraçar mais

Abraço – 6 motivos para abraçar mais

A necessidade de dar e receber afeto é imprescindível para as pessoas. Desde pequenos buscamos o amor de nossos pais, nos protegendo em seu abraço. Este refúgio sentimental nos proporciona muitas das características psicológicas que formarão nossa personalidade para toda a vida.

Os benefícios do abraço

Abraço – 6 motivos para abraçar mais

1. Melhora a autoestima

O contato físico melhora a segurança e a autoconfiança. Ele nos leva a permitir que outra pessoa, com seu abraço, entre em nosso espaço íntimo. Com este contato direto de corpo a corpo, abrimos de forma simbólica nossa confiança para o outro.
Podemos afirmar que abraçar nos humaniza. Quando abraçamos alguém, estamos dando uma mensagem direta de carinho, de apreço e empatia.

2. Ensina outra maneira de se comunicar

A linguagem corporal é um reflexo de nosso estado emocional. Com nossos movimentos físicos estamos estabelecendo também uma comunicação, ainda que não seja verbal. Assim, o abraço entre duas pessoas projeta uma mensagem que, de forma intuitiva, ambos recebem e entendem. Podemos abraçar motivados pela alegria de um reencontro. Podemos abraçar para consolar ou como mostra de sentimentos, seja de amor pelo parceiro, de amor entre irmãos ou entre amigos.

3. Reduz o estresse e a ansiedade

Poucas coisas na vida acalmam uma situação de ansiedade ou pânico de forma mais efetiva e rápida como um abraço. O abraço, em um momento de crise, ajuda a tranquilizar. O contato físico reduz o estresse e transmite tranquilidade em um momento de angústia ou nervosismo.

4. Melhora a saúde do coração

O abraço também é parte de uma manifestação física do amor. Do mesmo modo que quando beijamos alguém que amamos, ao abraçar o ser querido também causamos efeitos reais em nosso organismo. Para ser mais concreto, ocorre um aumento dos níveis de ocitocina. Que é um poderoso neurotransmissor que proporciona prazer e combate o mal-estar físico e mental. Além disso, também melhora o sistema cardiovascular e a saúde de nosso coração.

5. Reduz o medo da morte

Tanto os abraços quanto as diferentes formas de contato físico carinhoso ou amistoso nos reconfortam. Na verdade, reduzem o medo de enfrentar a morte. Isso nos dá uma grande força interior e, também, uma necessidade por abraçar as pessoas que também precisam.

6. Aumenta os níveis de serotonina

A serotonina é uma substância química que nosso corpo secreta e que atua como um neurotransmissor. Quando incorporamos os abraços em nossa forma de se relacionar com os seres queridos, fazemos com que aumentem os níveis de serotonina e, portanto, a sensação de prazer e felicidade.