SP coloca todas as regiões do estado na Fase Vermelha

SP coloca todas as regiões do estado na Fase Vermelha

Com atualização do Plano São Paulo, Fase Vermelha foi decretada em todo o estado durante os dois próximos fins de semana

SÃO PAULO – Nesta sexta-feira (22), o governo de São Paulo anunciou medidas mais restritivas no estado para tentar frear o avanço da pandemia de Covid-19.

Com a 19ª atualização do Plano São Paulo, a Fase Vermelha foi decretada em todo o estado durante os dois próximos fins de semana, nos dias 30 e 31 de janeiro e nos dias 06 e 07 de fevereiro. Os dias úteis funcionarão conforme a classificação de cada região (por exemplo, Fase Laranja na Grande São Paulo), mas entre 20h e 6h estarão obrigatoriamente na Fase Vermelha.

Essa reclassificação já começa a partir da próxima segunda-feira (25). O feriado que comemora o aniversário da capital paulista seguirá o esquema dos dias úteis.

O Plano São Paulo é o programa de flexibilização de atividades imposto pelo governo do estado desde o início da pandemia. O plano está condicionado aos índices de novos casos, internações e óbitos por Covid-19 nas regiões do estado e permite a reabertura econômica das regiões de forma gradual.

O programa divide o estado em regiões, e cada uma delas é classificada em uma fase. São cinco delas, que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (Vermelha) a etapas identificadas como controle (Laranja), flexibilização (Amarela), abertura parcial (Verde) e normal controlado (Azul).

Reclassificação das regiões

Nenhuma região será classificada na Fase Amarela ou Fase Verde até 8 de fevereiro. Com a reclassificação anunciada nesta sexta-feira, 78% da população do estado está na Fase Laranja e 22%, na Fase Vermelha. São as duas mais restritas do Plano São Paulo.

A capital e a região metropolitana de São Paulo, inseridas na região da Grande São Paulo, regrediram para a Fase Laranja do plano. Na parte do dia, o funcionamento será conforme as especificidades da Fase Laranja, que inclui a proibição de funcionamento de bares. Outros setores podem funcionar normalmente, mas com capacidade de ocupação reduzida em até 40% e funcionamento máximo de oito horas por dia, entre 6h e 20h.

As regiões de Araraquara, São João da Boa Vista, Campinas e Baixada Santista também estavam na Fase Amarela e regrediram para a Fase Laranja.

Já as regiões de Presidente Prudente, Barretos, Franca, Bauru, Sorocaba e Taubaté regridem da Fase Laranja para a Fase Vermelha. Na Fase Vermelha, apenas serviços essenciais como padarias, mercados, farmácias e bancos podem operar. Bares, restaurantes e comércio não poderão funcionar.