Descoberto o segredo para a prevenção do Alzheimer

Descoberto o segredo para a prevenção do Alzheimer

A irisina é um hormônio produzido pelos músculos quando praticamos exercícios, pode proteger o cérebro, de acordo com pesquisadores da UFRJ

Um grupo de cientistas brasileiros descobriu um caminho para prevenção e potencialmente, tratamento para o Alzheimer, a doença neurodegenerativa que mais avança no mundo à medida que a população envelhece e para a qual, ainda não há cura. O segredo é o exercício físico. A irisina, um hormônio fabricado pelos músculos quando praticamos exercícios, protege o cérebro e restaura a memória afetada pela doença, revelou o estudo.

Irisina, o hormônio que previne Alzheimer

Tendo recebido este nome em alusão à mensageira dos deuses, Íris, a irisina era associada apenas à queima de gordura. Mas um grupo de cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) descobriu que, no cérebro, ela é importante para que os neurônios se comuniquem e formem memórias.

A importância do exercício físico

Descoberto o segredo para a prevenção do Alzheimer

Veja também:

10 alimentos que combatem doença de Alzheimer

A descoberta tem duas implicações. A primeira é que já se pode dizer que o exercício contribui para a prevenção do Alzheimer.

A possibilidade de remédios à base do hormônio

O outro desdobramento mais distante é a possibilidade de desenvolver medicamentos à base de irisina ou de seus mecanismos para pessoas que estão com a doença ou que não podem fazer exercícios, como deficientes físicos.

A origem do estudo se deu nas pesquisas de Felice, neurocientista da UFRJ e da Queens’s University, no Canadá, sobre a associação entre os hormônios e o Alzheimer. Há dez anos, ela obteve os primeiros indícios da relação entre este tipo mais comum de demência e o diabetes.

Risco para 25% dos que têm mais de 75 anos

A importância de desenvolver um remédio eficiente aumenta no ritmo em que a expectativa de vida sobe. 25% das pessoas com mais 75 anos correm risco de desenvolver Alzheimer. Esse percentual sobre para 40% para quem tem mais de 85.