Jorge Fernando ajudou a mãe a realizar sonho de ser atriz

Jorge Fernando ajudou a mãe a realizar sonho de ser atriz

Hilda Rabello sonhava em ser atriz, mas com 18 anos, ela apanhou do pai, que a obrigou a largar seus sonhos. Com 64 anos de idade, ela finalmente conseguiu realizá-los, pelas mãos do Tablado, famosa escola de teatro do Rio de Janeiro, e de seu filho, Jorge Fernando, diretor de televisão que morreu ontem, também aos 64. Jorge era muito próximo da mãe, e sempre a guiou em sua vontade de ser intérprete, a escalando para papéis em diversas de suas novelas.

Jorge Fernando dirigiu a mãe

Jorge Fernando ajudou a mãe a realizar sonho de ser atriz

Dona Hilda foi dirigida pelo filho em trabalhos como Que Rei Sou Eu (1989), Rainha da Sucata (1990), A Próxima Vítima (1995), Chocolate com Pimenta (2003), Alma Gêmea (2005), Tititi (2010) e Guerra dos Sexos (2012). Neste último, mãe e filho dividiram um momento na telinha. No remake de Silvio de Abreu, Hilda interpretava uma guarda de trânsito, que ficava apitando para indicar quando os carros podiam ou não passar. Ela apitou tantas vezes ao longo da novela, que até gerou reclamações nas redes sociais. Em cena, Jorge Fernando aparecia para dar um presente para a mãe, e aproveitava para fazer uma piada. “Para com esse negócio de apito, mãe. Para de ficar apitando o dia inteiro”, dizia ele, recebendo uma negativa dela. O diretor então se virava para a câmera e simplesmente falava: “Mamãe”, enquanto sorria.

Hilda Rabello está com 95 anos, seu último trabalho na TV foi em Haja Coração (2016)